Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Violência organizada

Advogados manifestam preocupação com ataques do PCC

A seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil emitiu nota oficial externando sua preocupação diante do "nivel de violência e de organização do crime organizado, capaz de promover um verdadeiro enfrentamento com as forças do Estado".

Na nota, assinada pelo presidente da entidade Luiz Flavio Borges D’Urso, a OAB-SP manifesta sua apreensão diante da onda de assassinatos e de rebeliões supostamente promovidos pela facção criminosa Primeiro Comando da Capital. Pelo menos 30 pessoas, a maioria delas policiais foram assassinadas em São Paulo enquanto presos de 23 presídios se amotinavam em todo o estado a partir da noite de sexta-feira (12/5).

Para Antonio Ruiz Filho, presidente da Aasp – Associação dos Advogados de São Paulo, a reação das autoridades deve ser enérgica e compatível com a gravidade da ofensiva. "Contudo, é preciso agir dentro da lei e respeitando os princípios do Estado Republicano", pondera o criminalista.

Leia a nota da OAB-SP

NOTA OFICIAL

Diante dos 55 ataques perpetrados a postos policiais no Estado e de uma nova megarebelião nos presídios , na madrugada de ontem (12/5), a Seção Paulista da Ordem dos Advogados do Brasil – externa sua profunda preocupação com o nível de violência e de organização do crime organizado, capaz de promover um verdadeiro enfrentamento com as forças do Estado.

Este grave episódio – que fez tantas vítimas inocentes e do qual ainda não temos a devida dimensão – requer das autoridades uma atitude enérgica no sentido de fazer cessar essa verdadeira “guerrilha urbana” e desarticular as ações do crime organizado.

A sensação de impunidade está entre os principais fatores da ousadia do crime organizado, cujo crescimento só acontece quando seu objetivo maior é alcançado: os “lucros” do crime. Por isso, o combate efetivo à lavagem de dinheiro pode ser mais eficaz do que uma legislação penal mais rigorosa. Torna-se fundamental, igualmente, coibir a comunicação entre criminosos dentro e fora das prisões e sua conseqüente articulação; assim como a criação de um serviço de inteligência policial capaz de antever ações violentas e abortá-las.

Nesse momento grave, de confrontação e exibição de força do crime organizado, a sociedade espera apreensiva que o Poder Público garanta a segurança da população e a normalidade em todo o Estado de São Paulo. A segurança pública tem papel fundamental no Estado Democrático de Direito.

São Paulo, 13 de maio de 2006.

Luiz Flávio Borges D’Urso

Presidente da OAB-SP

Revista Consultor Jurídico, 13 de maio de 2006, 18h31

Comentários de leitores

11 comentários

Exclusivo: Polícia sugere TOQUE DE RECOLHER à p...

Comentarista (Outros)

Exclusivo: Polícia sugere TOQUE DE RECOLHER à partir das 20:00 horas de hoje em SP. Sugestão jocosa: O primeiro a ser recolhido poderia ser o próprio governador, de preferência no RDD e junto do Marcola, o qual poderia lhe ensinar como "governar" alguma coisa. Pergunta que não ofende: Por onde andará o picolézinho de chuchu? E a "excelência administrativa" e o "choque de gestão" do PSDB/PFL?

SP, governado (?) pelo PSDB/PFL, está ficando f...

Comentarista (Outros)

SP, governado (?) pelo PSDB/PFL, está ficando famoso: - O PCC domina o Estado; - Mais de 150 ataques no final de semana; - Mais de 90 mortos; - Dezenas de ônibus (mais de 80) incendiados; - Dezenas de agências bancárias atacadas; - Delegacias Policiais metralhadas; - Agências dos Correios e do Metrô destruídas; - Viaturas Policiais metralhadas; - Etc. E os governantes?!? Pois bem, vamos lá: - O Governador do Estado, do PFL, RECUSA a ajuda do governo federal, dizendo que está "tudo sob controle"; - Enquanto a violência explodia, o governador de SP "inaugurava" obras; - A violência em SP já é notícia até na imprensa do Iraque; - O picolézinho de chuchu simplesmente "desapareceu"; - Há notícias de que o GOVERNO (?) de SP já teria enviado EMISSÁRIOS para negociar com os representantes do PCC; - Os ignorantes de plantão, como sempre, pregam o "estado de exceção", com a volta dos asquerosos golpistas que até hoje enojam nossa história. Se antes sentíamos vergonha de ser brasileiros, hoje sentimos nojo.

Caros colegas; Passei o final de semana procur...

ERIKA (Professor)

Caros colegas; Passei o final de semana procurando um criminalista e infelizmente não obtive sucesso. Se alguém puder ajudar, eu agradeço imensamente. Moro em São Bernardo do Campo - SP E ainda não consegui encontrar um advogado Grata Erika 01198135536

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 21/05/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.