Consultor Jurídico

Notícias

Júri na telinha

Acrimesp pede transmissão de julgamento de Suzane pela TV

A Acrimesp — Associação dos Advogados Criminalistas de São Paulo entrará nesta sexta-feira (2/6) com pedido de liminar em Mandado de Segurança para que o julgamento de Suzane von Richthofen e dos irmãos Cravinhos possa ser transmitido, ao vivo, pela televisão.

Para a associação, o julgamento deveria ser transmitido ao vivo por conta do interesse do público, em especial dos advogados e estudantes de Direito, em acompanhar o Júri.

O presidente do conselho da Acrimesp, Ademar Gomes, afirmou que “a portaria em que se baseou a proibição para televisionar o júri foi editada em 1970, na época do regime militar para que a população não tomasse conhecimento dos julgamentos”. Gomes ressaltou que a Constituição estabelece o princípio da publicidade dos atos públicos.

Revista Consultor Jurídico, 2 de junho de 2006, 13h42

Comentários de leitores

3 comentários

Honestamente ? Eu acho que se for para a TV, al...

RBS (Advogado Autônomo)

Honestamente ? Eu acho que se for para a TV, além da ré acabar sendo beneficiada a ponto de estar em liberdade rapidinho (com ou sem TV isso vai acontecer), como ela é bonita, em breve será chamada para fazer novelas, apresentar programas de TV e ainda será considerada uma celebridade....

Endosso o comentário do colega Claudio. E na ba...

Leo Silva (Advogado Autônomo)

Endosso o comentário do colega Claudio. E na balbúrdia que, num crescendo, cerca esse julgamento surge mais uma vítima: a advocacia, visivelmente atingida por ações popularescas que lhe drenam a dignidade. Felizmente, a julgar pela (má) repercussão da iniciativa entre seus integrantes, a advocacia criminal bandeirante mostra mais bom senso do que a associação que a congrega.

Não acredito no que estou vendo e lendo em rela...

Claudio Pereira (Advogado Autônomo)

Não acredito no que estou vendo e lendo em relação a este crime barbaro e covarde. Mas já que a questão de transmissão pela Tv está neste ponto absurdo, vai uma proposta para quem interessar, por não cobra ingresso para quem quiser ver o espetaculo, ou ainda vender os direitos de imagens, meu DEUS, será um julgamento ou um show? Pouco importam com o garoto que teve a familia destruida pela própria irmã. acredito ser sofrimento demais para um adolescente, que ainda tem que conviver com toda esta discusão.

Comentários encerrados em 10/06/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.