Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Questão do júri

Suzane von Richthofen pede absolvição pela morte do pai

Os advogados de Suzane von Richthofen entraram, no início da tarde desta quarta-feira (26/7), com pedido de Habeas Corpus no Tribunal de Justiça de São Paulo, solicitando a absolvição da jovem pelo assassinato de seu pai, Manfred. A informação é do portal Estadão.

Suzane e os irmãos Daniel e Christian foram condenados na madrugada de sábado (22/7) pelo 1º Tribunal do Júri de São Paulo, na Barra Funda, pelo assassinato dos pais dela, Manfred e Marísia, em outubro de 2002. Suzane e Daniel, seu ex-namorado, foram condenados a 39 anos e seis meses de prisão. Christian terá de cumprir 38 anos e seis meses.

Como Suzane não foi condenada por unanimidade pela morte do pai, a defesa dela acredita que poderá conseguir sua absolvição. Segundo o advogado Mauro Otávio Nacif, a formulação do quesito sobre a morte de Manfred confundiu o voto dos jurados.

Um jurado ouvido pela reportagem do Estado de S. Paulo, que preferiu não ser identificado, contou que após votarem “sim” nas duas primeiras perguntas sobre a tese da defesa, o juiz Alberto Anderson Filho foi mais explícito na explicação dos quesitos — disse que o “sim” absolvia e o “não” condenava. Houve uma certa surpresa por parte dos jurados e nas quatro questões seguintes eles votaram “não”.

Revista Consultor Jurídico, 26 de julho de 2006, 19h47

Comentários de leitores

2 comentários

Os jurados deviam responder só se o réu é culpa...

Luismar (Bacharel)

Os jurados deviam responder só se o réu é culpado ou inocente (guilty or not guilty?). Em vez disso, precisam aprender em minutos conceitos jurídicos como o da "coação irresistível". O resultado é a insegurança dos vereditos. E tome recursos!

No máximo, o HC pode anular a decisão, mas não ...

Lord Tupiniquim - http://lordtupiniquim.blogspot.com (Outro)

No máximo, o HC pode anular a decisão, mas não absolver. A decisão de mérito cabe ao Júri. A notícia assim está completamente equivocado.

Comentários encerrados em 03/08/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.