Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Nariz de palhaço

Juíza pede ação contra vereadores que usaram nariz de palhaço

A Justiça de Jundiaí solicitou ao Ministério Público que abra uma ação contra os vereadores da cidade que usaram nariz de palhaço durante a sessão da Câmara Municipal, na última terça-feira (7/2). As informações são do Jornal de Jundiaí.

A solicitação foi feita pela juíza Larissa Scarabelim, titular da 1ª Vara do Trabalho de Jundiaí. A edição do JJ Regional de quarta-feira (8/2), em que aparece a foto dos parlamentares durante protesto, foi juntada no processo.

Na sessão da Câmara, 10 dos 16 vereadores usaram nariz de palhaço para protestar contra a decisão da Justiça do Trabalho de não permitir que Eleni Aparecida Mossin Fávaro, vencedora do pleito, pudesse assumir a Presidência do Sindicato dos Servidores Públicos de Jundiaí. Um interventor foi nomeado para assumir a entidade.

Em entrevista à TV Tem, na terça-feira (7/2), o vereador José Galvão Braga Campos, o Tico (PSDB), afirmou que a manifestação questionava a legitimidade da intervenção. "Protestamos contra o processo, já que a Eleni não foi ouvida."

Em seu despacho ao Ministério Público, a juíza Larissa classifica como “grave” o ocorrido. "Os nobres vereadores desta cidade afrontaram, achincalharam e desrespeitaram o Poder Judiciário da União, mostrando falta de civilidade."

A juíza comunicou à Câmara Municipal por meio de ofício. O documento foi entregue para a presidente do Legislativo, Ana Tonelli (PMDB), por um oficial de Justiça, no final da tarde de quinta-feira (9/2).

No despacho, Larissa pede ainda que o Ministério Público seja oficiado para que, após a identificação dos vereadores que participaram do protesto, "possa promover as medidas judiciais cabíveis, uma vez que, salvo melhor juízo, em tese estaria configurado crime contra a administração da Justiça".

A Associação dos Magistrados da 15ª Região também foi comunicada sobre a manifestação dos parlamentares.

Revista Consultor Jurídico, 11 de fevereiro de 2006, 12h53

Comentários de leitores

9 comentários

E no caso do nepotismo no Judiciário, pago com ...

Reynaldo Farah Junior (Consultor)

E no caso do nepotismo no Judiciário, pago com o dinheiro de milhões de contribuintes como eu, pergunto à nobre juiza que tipo de nariz poderíamos usar.

Concordo com o Doutor Régis, acredito que a Mag...

Advogado Trabalhista (Advogado Assalariado)

Concordo com o Doutor Régis, acredito que a Magistrada não mais se recorda das aulas de Direito Constitucional. Ademais, os demais membros da Câmara dos Vereadores deveriam usar o adorno por mais alguns dias.

Essa juíza nao tem o que fazer! Só isso!

Frederico Virgulino (Estudante de Direito)

Essa juíza nao tem o que fazer! Só isso!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 19/02/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.