Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Violência doméstica

Seqüestrador do ônibus 499 obtém liberdade provisória

O camelô André Luis Ribeiro da Silva, acusado de seqüestrar o ônibus 499 no Rio de Janeiro, conseguiu liberdade provisória. Sentindo-se traído pela ex-mulher Cristina Ribeiro, Silva invadiu o ônibus em que ela viajava e a manteve como refém junto com outros 55 passageiros, durante quase 11 horas, na Rodovia Presidente Dutra.

O benefício foi concedido pela juíza Rosana Navega do 1º Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher e Especial Criminal de Nova Iguaçu. A juíza tomou a decisão depois de novo interrogatório feito com André, na tarde desta quinta-feira (28/12).

Durante esse período, ele está proibido de se aproximar da ex-mulher, sob pena de voltar para a prisão. André também terá que se manter afastado dos parentes mais próximos de Cristina.

Em sua decisão, a juíza Rosana Navega disse que a prisão antes da sentença condenatória é destinada aos réus que atentam contra a ordem pública, para assegurar a conveniência da instrução criminal e da aplicação da lei.

"Manter André preso seria de uma enorme conveniência, por causa da política contra a violência doméstica, que tanto almeja o cessar do sofrimento de milhares de mulheres, mas não posso usá-lo como um fim, se ele não se encontra no perfil do réu que deve ser mantido preso", concluiu a juíza.

Durante o interrogatório, o camelô confessou que cometeu os crimes contra a ex-mulher e que estava arrependido. Disse ainda que entrou no ônibus para fugir da polícia, pois temia ser morto.

Revista Consultor Jurídico, 28 de dezembro de 2006, 20h55

Comentários de leitores

5 comentários

Existem paraísos para todas as atvidades da vid...

Juarez Araujo Pavão (Delegado de Polícia Federal)

Existem paraísos para todas as atvidades da vida. O Brasil é um paraíso para bandidos. Eles não precisam se preocupar com punição nem com trabalho; basta roubarem que nada aontece de ruim com eles, enfim, os encomodados que se mudem.

Acabei de ler uma entrevista com a própria Cris...

Cindy (Advogado Autônomo)

Acabei de ler uma entrevista com a própria Cristina, antes dessa decisão lamentável, em que dizia que apesar de toda violência que sofreu estava feliz por poder passar o Natal e o Ano Novo em paz com seus filhos, sabendo que esse bandido estava preso. Coitada, ela esqueceu que mora no Brasil!!!

Realmente ele não se enquadra no perfil do réu ...

Lúcida (Servidor)

Realmente ele não se enquadra no perfil do réu que deve ser mantido preso, pois ele não representa perigo para a ordem pública, só para a ex-mulher. Que bom para ele, que agora vai terminar o que começou. Ainda se considera a violência doméstica como um delito menor. Lamentável.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 05/01/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.