Consultor Jurídico

Sonegação fiscal

Receita Federal apreende R$ 4,7 milhões em perfumes

Mais de 100 mil perfumes avaliados em R$ 4,7 milhões foram apreendidos esta semana pela Receita Federal, em Itajaí (Santa Catarina). Os fiscais do órgão afirmaram que uma empresa de São Paulo usava dois “laranjas” para sonegar impostos de importação e contribuições sociais.

Segundo a Receita Federal, o valor da sonegação é estimado em R$ 1,9 milhão. O esquema se baseava na ocultação do verdadeiro comprador das mercadorias.

Segundo a Receita, a empresa paulista usava o primeiro “laranja” para que importasse os produtos sonegando impostos de importação. Já a segunda empresa “laranja” não pagava contribuições sociais por ser beneficiada pela lei 10.147/00. Por último, a real compradora dos cosméticos vendia os produtos no mercado interno por um valor sete vezes mais caro do que o adquirido.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 24 de junho de 2005, 19h48

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/07/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.