Consultor Jurídico

Estilhaços do mensalão

Marcos Valério interpela Roberto Jefferson no Supremo

O ministro Sepúlveda Pertence é o relator da interpelação judicial apresentada, no Supremo Tribunal Federal, pelo publicitário Marcos Valério Fernandes de Souza contra o deputado federal Roberto Jefferson (PTB/RJ).

Citado como operador no esquema do pagamento de R$ 30 mil pelo PT a deputados da base aliada ao governo, o chamado mensalão, Marcos Valério quer que Roberto Jefferson responda ao Supremo se são verdadeiras as informações dadas ao jornal Folha de S.Paulo, no domingo passado (12/6).

No pedido de interpelação, o empresário informa que Roberto Jefferson o aponta como operador do tesoureiro do PT, Delúbio Soares, no suposto transporte dos recursos para o pagamento do mensalão. O deputado também afirma que o publicitário teria levado R$ 4 milhões para o PTB, partido presidido por Jefferson.

Com base na Lei de Imprensa, Marcos Valério afirma que teve sua honra, reputação e dignidade ofendidas pelo deputado Roberto Jefferson, que teria lhe imputado “falsamente, fato definido como crime” na entrevista publicada pela Folha e repercutida em outros órgãos de comunicação.

PET 3.423




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 15 de junho de 2005, 21h07

Comentários de leitores

1 comentário

Data venia, é o tipo do processo judicial (empu...

Fmdsouza (Advogado Autônomo - Empresarial)

Data venia, é o tipo do processo judicial (empulhador) que não dar em nada! Quem conhece os meandros do processo, sabe do porque estou afirmando tal acertiva. Agora, quero parabenizar o Dr. Roberto Jeferson pela sua oratória e pelo excelente espirito aguerrido, que somente um advogado criminalista os tem! Há época de estagiário (e, aí já vai uns 18 anos)gostava de assistir muito juris dos Drs. Ariosvaldo Campos Pires, Décio Fulgêncio - entre outros, tidos em minas como maiores expoentes da oratória e do juri. Olha, confesso sem nenhum temor, que tais referências perto do que assistir ontem - àqueles senhores foram meros estagiários da oratória. Não me deixaram saudades! Parabéns Roberto! É uma honra, tê-lo como colega de OAB. Precisamos de você de volta aos tribunos.

Comentários encerrados em 23/06/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.