Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Crime na rede

Polícia Federal prende assaltantes de bancos da internet

A Policia Federal desencadeou na manhã desta quinta-feira (25/8), a “Operação Pégasus” para combater uma organização criminosa especializada em invadir contas bancárias através da Internet. A ação foi realizada nos estados de Goiás, Pará, Distrito Federal, Tocantins, Maranhão, Espírito Santo, Minas Gerais e São Paulo.

Pelo menos, 410 policiais federais cumpriram 126 mandados judiciais. Os mandados de busca, prisão e apreensão foram expedidos pela 5ª Vara da Justiça Federal de Goiás, onde está concentrada a base da quadrilha. Mais de 70 hackers no estado já foram presos.

Fraudadores que invadem e assaltam contas bancárias pela internet já causaram prejuízos a correntistas de todas as grandes instituições bancárias no país desde 2001. Alguns criminosos já foram presos em outras operações da PF.

As investigações se iniciaram há quatro meses, e são desdobramento das operações Cash Net (2001), Cavalo de Tróia I (2003) e Cavalo de Tróia II (2004).

Estrutura do crime

Segundo as investigações, os criminosos invadem computadores conectados à internet e com um programa conhecido como “cavalo de tróia”, ou “trojan”, capturam os dados bancários armazenados na memória do computador.

Outro tipo de golpe é aplicado com o envio de e-mails falsos em nome de órgãos como Serasa e Receita Federal, solicitando à vitima o envio de dados pessoais e bancários. Outra forma comum de ação é a criação de páginas clones de instituições bancárias, para onde os usuários são direcionados quando tentam acessar a página do banco.

Revista Consultor Jurídico, 25 de agosto de 2005, 16h45

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/09/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.