Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Aliciamento de menores

Justiça decreta prisão de empresário acusado de exploração sexual

A Justiça acatou a denúncia do Ministério Público Estadual de Minas Gerais e decretou a prisão preventiva do empresário Miguel Júnior, proprietário do jornal Diário Regional, em Ituiutaba, no Triângulo Mineiro. Ele é acusado de aliciar adolescentes para obter favores sexuais. O empresário está foragido.

Durante a busca e apreensão na chácara do empresário, para onde as menores eram levadas, foi encontrado diversos materiais pornográficos. A Justiça mineira decretou também a quebra de sigilo telefônico de algumas adolescentes, já que grande parte dos encontros eram combinados por telefone.

Em troca dos favores sexuais, o empresário oferecia às adolescentes acesso gratuito em festas, boates e até bebidas, segundo o MP. As menores foram ouvidos pelos promotores de Justiça Ana Paula Lourenço de Paula, Maria Abadia de Freitas Miranda Souza e Fábio de Paula Carvalho.

Segundo a denúncia do MPE, Jorge Miguel "continuamente vem submetendo adolescentes à exploração sexual, bem como corrompe adolescentes praticando com a mesmas atos de libidinagem, e induzindo-as a praticá-los e presenciá-los".

Na decisão, a juíza Maria Elisa Taglialegna determina que seja instaurado Inquérito Policial para que seja apurado casos de outras adolescentes também vítimas do empresário.

Revista Consultor Jurídico, 27 de outubro de 2004, 16h27

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 04/11/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.