Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Prisão decretada

PMs acusados de extorquir menor têm prisão preventiva decretada

O juiz da Auditoria Militar do Rio de Janeiro, Alexandre Abrahão Dias Teixeira, decretou na segunda-feira (2/2) a prisão preventiva de cinco policiais militares do 22º BPM (Maré). Eles são acusados de extorquir uma garota menor de 15 anos, na noite de terça-feira passada (27/1), quando ela saía de táxi de Benfica.

Teixeira determinou também que o Comando da Unidade mantenha os acusados em celas separadas e incomunicáveis entre si. A investigação deve ser encerrada num prazo de cinco dias, sob pena de responsabilização administrativa e penal.

Segunda a vítima, que é filha de uma ambulante, os policiais teriam levado R$ 1.150 que estavam em seu poder. Depois, foram com ela ao apartamento onde mora com a irmã em Copacabana, e lá roubaram mais R$ 800. O caso foi registrado na 21ª DP (Bonsucesso).

Para o juiz, os fatos são graves e reclamam enérgica intervenção do Estado Juiz. (TJ-RJ)

Revista Consultor Jurídico, 3 de fevereiro de 2004, 16h32

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/02/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.