Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

rafael

O cantor Rafael, do antigo grupo Polegar, pode ser solto.

O advogado do cantor Rafael Ilha Alves Pereira, do antigo grupo Polegar, está pedindo que o cantor seja libertado imediatamente. Rafael foi preso dia 14 de setembro, no centro da cidade, quando tentava roubar R$ 1,00 e um vale-transporte de uma balconista. Segundo ele, para comprar drogas.

Segundo o advogado Antônio José Carvalho Silveira, de Caraguatatuba, interior de São Paulo, a denúncia apresentada contra o "polegar" é abusiva porque, atualmente, para que alguém seja privado de sua liberdade, é preciso demonstrar que a prisão é necessária para o andamento do processo e a apuração dos fatos. Para Silveira isso não ocorre no caso de Rafael.

Silveira entrou com pedido habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça em favor do cantor. O pedido deverá ser distribuído hoje à tarde, para um dos ministros da Quinta ou Sexta Turma - as seções encarregadas de julgar as causas de direito penal no STJ.

Ficará a cargo do relator sorteado entre os ministros que compõem essas duas Turmas decidir se concede ou não a liberdade provisória ao cantor. Rafael se encontra preso na Cadeia Pública de São Paulo.

Revista Consultor Jurídico, 2 de outubro de 1998, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/10/1998.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.