Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Denise ganha decisão judicial

Denise ganha, na Justiça, a transferência de Gerson.

O ator Gérson Brenner foi removido, da casa dos pais, para o apartamento de sua mulher, Denise Tacto, em São Paulo. Denise obtivera a curatela provisória (tutela dos direitos), em medida liminar, no dia 23 de outubro. Os advogados dos pais de Brenner pediram à Justiça a substituição da responsabilidade, mas a juíza Andréa Castillo Paranhos manteve sua decisão anterior, sexta-feira passada. Nos últimos dois dias, Gérson teve que tomar antidepressivos por ter presenciado ameaças que teriam sido feitas por seu pai, Arnaldo de Oliveira, à Denise. O advogado de Arnaldo recorreu ao Tribunal de Justiça para ter Gérson de volta.

Foi necessária a presença de uma oficial de justiça para garantir a retirada de Gérson Brenner da casa de seus pais, como pretendia a mulher do ator, desde sua saída do hospital Albert Einstein. Para impedir que Brenner saísse para fazer uma tomografia, a sua irmã, Cristina, ainda tentou inviabilizar o exame, alimentando-o (o jejum necessário é de três horas) e levando-o para tomar banho à chegada da equipe que o removeria.

O pai de Gérson quer que Tribunal de Justiça anule a decisão da juíza Andréa Paranhos. As possibilidades são pequenas, uma vez que o TJ não costuma examinar questões de fato e sim de direito. E nesse aspecto o trabalho desenvolvido pelos advogados Eduardo e Frederico Diamantino parece melhor embasado que o de seu ex-adversus, Ségio Marangoni - que tenta descaracterizar a ligação entre Denise e Gérson, o que é fato notório.

O conflito teve início quando o pai de Gérson não aceitou repartir com Denise os salários do ator, como foi proposto pela TV Globo. Oliveira também teria se negado a registrar a neta recém-nascida, Vitória, e contesta os direitos da nora. A briga na Justiça resultou na liminar favorável à mulher do ator. Essa liminar tem validade de 360 dias e pode ser renovada ou cancelada se ele melhorar antes do prazo - disse o advogado Frederico Diamantino.

No entanto, enquanto a tutela do ator era passada a Denise, os pais Brenner o retiraram do hospital, após o recebimento da alta, e o levaram para sua casa em São Paulo. Mesmo com o direito de guarda de seu marido, Denise teve de esperar 27 dias para fazer cumprir a decisão da Justiça.

A bailarina Denise Tacto decidiu retirar o ator da casa dos pais depois de ouvir a opinião do neurocirurgião Jorge Pagura, médico de Gerson, de que não haveria qualquer problema na mudança, já que o ator continuará recebendo assistência médica.

Gerson foi baleado no dia 17 de agosto, na interligação das rodovias Ayrton Senna e Dutra, em uma tentativa de assalto. O ator apresenta sinais de franca recuperação, depois de ficar internado por 67 dias. A filha do casal, Vitória, completa dois meses dia 27.

Revista Consultor Jurídico, 18 de novembro de 1998, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/11/1998.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.