Consultor Jurídico

Notícias

Sem motivo

Acusado de matar advogada em briga por vaga de garagem é preso

A 3ª Vara Criminal do Rio de Janeiro manteve a prisão de um homem de 66 anos, acusado de esfaquear a advogada Tatiana Corrêa, de 35 anos, durante uma briga por uma vaga de garagem em um condomínio de Laranjeiras, na Zona Sul da cidade. O crime aconteceu em novembro do ano passado. A vítima morreu quatro dias depois.

O réu está preso há três meses. No interrogatório, disse que entrou no prédio com seu carro para buscar a ex-mulher, quando foi fechado pelo carro da vítima. Então, ele pegou o facão para intimidar a mulher, que o teria agredido física e verbalmente.

Na audiência, também foram ouvidas seis testemunhas, entre elas a ex-mulher de José Carlos, o porteiro e outros moradores do prédio. Elas ressaltaram que a vítima tinha um relacionamento complicado com outros moradores do edifício e já havia se envolvido em confusão outras vezes, mas disseram que o réu era conhecido e não tinha um passado de problemas.

O juiz Bruno Arthur Mazza Vaccari Machado, que julgou o caso, considerou que as alegações apresentadas pela defesa no pedido de liberdade provisória foram insuficientes. Cabe recurso. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-RJ.

Processo 0471259-60.2015.8.19.0001. 

Revista Consultor Jurídico, 5 de março de 2016, 11h08

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/03/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.