Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Tráfico de drogas

Justiça Federal condena mais cinco réus da operação dark side

A Justiça Federal condenou mais quatro pessoas na chamada operação dark side, que investigou um esquema de extorsão e tráfico de drogas que envolvia policiais civis de São Paulo. Na quinta sentença proferida na operação, o juiz federal substituto Marcos Alves Tavares, da 1ª Vara Federal em Sorocaba, condenou quatro pessoas a penas que variam entre 31 e 19 anos de prisão por tráfico internacional, corrupção passiva e peculato.

A operação deu origem a seis processos e outros inquéritos ainda em tramitação. Nas cinco primeiras sentenças foram condenados ao todo 20 réus. A operação dark side investigou e prendeu policiais civis, e seus comparsas, lotados, a maior parte deles no Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc) de São Paulo. Eles aplicavam o chamado “golpe da puxada” em traficantes internacionais.

Os policiais faziam-se passar por pessoas com alto poder aquisitivo, até mesmo como empresários, dizendo-se interessados na compra de grande quantidade de entorpecente. Após várias tratativas e demonstrando condições de comprar a droga, ganhavam a confiança dos traficantes e, quando a droga chegava ou era localizada, eles revelavam suas identidades.

Para deixar de prender as pessoas, exigiam grande quantia em dinheiro ou ficavam com parte da droga (apreendiam pequena parte apenas para lavrar o flagrante), e dividiam o produto do golpe. Com informações da Assessoria de Imprensa da JF-SP.

Revista Consultor Jurídico, 15 de janeiro de 2015, 14h32

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 23/01/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.