Notícias

Prisões e vagas

Número de presos no Brasil dobrou em 2012

O número de pessoas encarceradas no Brasil dobrou em 2012. Segundo dados do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), ligado ao Ministério da Justiça, 34.995 pessoas foram presas no primeiro semestre deste ano, enquanto foram criadas apenas 2.577 vagas nas penitenciárias. No mesmo período do ano passado foram 17.551 detidos.

O aumento do número de presos está fora de qualquer padrão já verificado no Brasil. Para piorar a situação, até os últimos dias de 2012, somente 20% dos R$ 435,2 milhões autorizados para o setor carcerário foram pagos, segundo dados do Siga Brasil, sistema de informações sobre o orçamento público.

Neste ano, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou que prefere morrer a cumprir pena nos presídios brasileiros, comparando-os a "masmorras medievais".

Revista Consultor Jurídico, 24 de dezembro de 2012

Comentários

Comentários de leitores: 2 comentários

25/12/2012 08:48 aluizio gaviao azul (Funcionário público)
População não cresceu, inchou!
Em que adianta os números do i.B.G.E divulgados nos atlas no mundo inteiro? \"nóis temos hoje 192 milhõis de pessoas.\" 192 milhões de brasileiros aonde um núme-
ro expressivo não tem profissão, formação nem educação!
Melhor seria propagar através dos veículo de comuni-
cação do gonverno, uma campanha igual a do desarmamento
orientando à população que devemos obrigatoriamente ter
sérios métodos anticonseptivos. Não dá mais para ver tantas mortes dos jovens de até 25 anos que por falta de educação social/profissional, são em números logarít
mos diariamente vítimas dos empresários do tráfico das
drogas no brasil. Nos países desenvolvidos o que conta
não é certamente o números de pessoas que lá existe mas
a qualidade de vida que cada cidadão deve ter, ofertada
pelos gonvernos de cada uma dessas nações livres, demo-
cráticas e soberanas.
O brasil não precisa de construção de mais presídi-
os, mas precisa de muitas escolas de preferências aque-
las com horário integral, para formar profissionais com
petentes e exaltem o orgulho da família e de nossa na-
ção tão carente de mão de obra especializada.
Muito obrigado pelo espaço e oportunidade democráti
ca aqui gentilmente cedido por consultor jurídico.
Aluizio bezerra (servidor público)
24/12/2012 16:15 herto (Técnico de Informática)
Incentivo ao suicídio
O Ministro José Eduardo Cardozo devia ser punido por incentivar o suicídio dos mensaleiros,

A seção de comentários deste texto foi encerrada em 01/01/2013.