Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

EXÉRCITO DO LOBBY

Google contrata mais um escritório para fazer lobby

Por 

Depois de contratar a banca Nelson Mullins Riley & Scarborough, da Carolina do Norte, no final de julho, para integrá-la à sua frente de lobby, em Washington D.C., o Google recrutou mais um reforço, esta semana, nos Estados Unidos. O escritório Akin Gump Strauss Hauer & Feld notificou o Congresso Federal dos EUA que também vai trabalhar com lobby para o Google na capital do país.

Até então, entre as quase vinte empresas que trabalham com lobby para o Google, apenas quatro eram bancas de advocacia. Com a entrada da Akin Gump, são cinco, um pouco menos de 1/3 do total das empresas que operam pressionando congressistas em nome da gigante da internet, sediada no coração do Vale do Silício, em Mountain View, Califórnia.

De acordo com os registros do Congresso Federal, são quatro advogados da Akin Gump que devem trabalhar convencendo os parlamentares sobre as práticas de negócio do Google. A intenção é tentar demonstrar que as preocupações de deputados e senadores com leis de concorrência não são justificáveis. Segundo o blog BLT, do tablóide semanal Legal Times, o senador democrata Herb Kohl, de Wisconsin, que preside o Subcomitê Antitruste do Senado, vinculdado ao Comitê Judiciário da Casa, é o nome por trás da próxima audiência, marcada para setembro, que irá avaliar se atuação da empresa tem ferido leis de concorrência.

Propriedade intelectual
O Google gasta mais com lobby do que com o próprio departamento jurídico desde que passou a ser alvo constante de concorrentes em tribunais, na maioria dos casos por questões de quebra de patente e propriedade intelectual. A companhia enfrenta ações movidas pela Apple, Microsoft, e Research on Motion (fabricante do Blackberry), entre outras, todas envolvendo a contestação de patentes. No final do primeiro semestre, estas três se uniram para impedir que o Google adquirisse 6 mil novas patentes em um leilão da Notel Networks.

Em 2010, a banca texana Akin Gump Strauss Hauer & Feld, fundada em 1945, entrou para a Appellate Hot List do The National Law Journal, semanário de Washington especializado em notícias do Direito e Justiça. A relação reune apenas as bancas com “desempenho astronômico” ao reverter decisões desfavoráveis em tribunais de apelação dos EUA. Das cinco bancas que operam com lobby para o Google na capital federal, a Akin Gump é uma das três que atua em outros países, dispondo de escritórios na Europa, Oriente Médio e Ásia.

 é correspondente da revista Consultor Jurídico nos Estados Unidos.

Revista Consultor Jurídico, 13 de agosto de 2011, 8h30

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/08/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.