Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ir e vir

TJ-SP manda soltar prefeito flagrado com cocaína

Por 

Preso em flagrante carregando cocaína no carro oficial, o prefeito de Santa Branca (SP), Odair Leal da Rocha Júnior (PMDB), ganhou o direito a liberdade. O Tribunal de Justiça revogou, nesta quinta-feira (11/8), a prisão preventiva de Odair e mandou expedir alvará de soltura. O prefeito, conhecido como Peixinho, foi flagrado pela Polícia Militar com 35 pinos de cocaína escondidos num veículo Celta da prefeitura, que ele mesmo dirigia.

O relator do recurso, desembargador Ribeiro dos Santos, concedeu o pedido da defesa com base em parecer do Ministério Público de São Paulo. O desembargador Poças Leitão disse que “contrariado” dava a liberdade ao acusado, diante da gravidade do delito imputado ao prefeito.

O mesmo relator decretou a prisão preventiva do prefeito em janeiro, quando este foi flagrado transportando no veículo oficial 35 microtubos de cocaína, com 54,20 gramas da droga. Em seguida, o prefeito ganhou liberdade provisória para responder ao processo em liberdade.

Quinze dias depois foi novamente preso. Em julho, a prisão foi mantida com o argumento de que o “acusado demonstra inclinação para a prática de crimes” e havia indícios de seu envolvimento “no espúrio comércio de entorpecentes”.

O crime imputado a Odair aconteceu em janeiro. Ao revistar o carro usado por Peixinho, um Celta preto da frota da prefeitura, a Polícia encontrou a droga sob o banco do passageiro.

Odair foi eleito em 2008 pelo PMDB. Ele foi condenado a pagar R$ 21 mil por ter feito propaganda eleitoral antecipada. Antes, havia sido vereador da cidade. O Ministério Público abriu perto de uma dezena de inquéritos criminais contra o prefeito.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 12 de agosto de 2011, 14h58

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 20/08/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.