Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Prisões superlotadas

Venezuela promete libertar 40% dos presos do país

A nova ministra do Serviço Penitenciário da Venezuela, Iris Varela, declarou que 40% dos 50 mil presos no país serão libertados. Segundo ela, a decisão foi tomada por "uma questão de justiça", pois há detentos que são acusados de delitos menores e não violentos e, portanto, não precisam ficar presos. Serão liberadas cerca de 20 mil pessoas, como informa a Agência Lusa.

Para Iris Varela, é necessário reduzir o número de detentos nas cadeias venezuelanas para solucionar o problema de superlotação das prisões. "Deram-me uma bomba, estou tentando desativá-la com a maior precisão possível para que o povo venezuelano tenha segurança. Não vou jogar lobos nas ruas", garantiu.

Ela prevê que até o próximo dia 15 vai elaborar um plano para "recuperar o controle" e "descongestionar" as cadeias venezuelanas. Segundo a ministra, na semana que vem, juízes, procuradores, defensores e militares estarão em prisões para acelerar o processo de libertação dos presos. Segundo dados do Observatório Venezuelano de Prisões, no ano passado 476 pessoas morreram e 958 foram feridas em prisões no país. A principal queixa é de brigas entre gangues formadas dentro dos presídios.

Revista Consultor Jurídico, 1 de agosto de 2011, 21h18

Comentários de leitores

1 comentário

Leis nefastas e situações periclitantes.

io (Outros)

A exemplo do Brasil, nosso vizinho país (Venezuela), também irá colocar seus presos nas ruas. Chegamos ao cúmulo do absurdo, os cidadãos terão que ficar presos em suas casas dentro de altos muros, coroados com cercas de arames farpados e cercas elétricas e, os ladrões e assassinos nas ruas à nossa espreita. Agora mais do que nunca, os criminosos e bandidos, tem mais vez neste Brasil, pois são eles quem tem armas, e não as entregarão por meros R$ 200,00 (duzentos reais), pois, muito mais do que isto, terão em seus assaltos, pois os cidadãos de bem, sequer uma arma poderão ter, para defender-se desses malfeitores. Não demorará muito, e teremos ajuizar ações por danos morais, psicológicos e outros mais, contra os políticos que só sabem aumentarem seus salários e fazerem leis contra os cidadãos. Acorda pessoal, o Estado e seus dirigentes está sendo conivente com esta situação !!! É hora de se dar um basta a tal situação. Cidadãos unidos, é quem faz um País, e o País precisa muito destes cidadãos, afinal, quem paga tantos impostos para manter a mordomia de poucos, somos nós. !!!!

Comentários encerrados em 09/08/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.