Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Reintegração social

CNJ visita unidade para menores infratores no DF

Destinado à internação provisória de menores em Brasília, o Centro de Atendimento Juvenil Especializado (Caje) recebeu, nesta terça-feira (21/9), a visita da equipe do Projeto Medida Justa, do Conselho Nacional de Justiça. A exemplo das demais instituições prisionais do país, a constatação não poderia ser outra: superlotação. A unidade, que tem capacidade para abrigar 160 jovens, está com mais de 320.

A equipe encontrou de quatro a cinco adolescentes em alojamentos destinados a apenas dois. Dos dez módulos da unidade, um é feminino. Os jovens reclamaram de má-qualidade da alimentação, falta de materiais nas oficinas, poucas aulas e falta de professores. 

Na segunda-feira, o juiz-auxiliar da presidência do CNJ, Daniel Issler, e o juiz da Infância e Juventude de Recife, Humberto Vasconcelos, acompanhados da psicóloga Verônica Mafra e da assistente social Maria Bethania Andrade, visitaram o Centro Sócio Educativo (Cesami), que tem gestão compartilhada entre poder público e a instituição religiosa Amigonianos.

A equipe constatou que o corpo funcional da unidade tem melhor capacitação e autonomia, provendo atividades educacionais a todos os adolescentes. Com informações da Assessoria de Imprensa do CNJ.

Revista Consultor Jurídico, 22 de setembro de 2010, 8h57

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 30/09/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.