Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

A pedidos

Lula terá de testemunhar em julgamento do mensalão

Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB, e José Janene, ex-líder do PP, pediram que o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, participe como testemunha de defesa na ação penal que respondem por participação no mensalão, o suposto esquema de compra de apoio parlamentar do PT e do governo federal. Jefferson responde por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Além desses dois crimes, José Janene também é acusado por formação de quadrilha.

A denúncia do mensalão foi acolhida pelo STF em agosto de 2007. Nela, o Ministério Público Federal afirma que foi montado um esquema que se especializou em "desviar dinheiro público e comprar apoio político", com o objetivo de "garantir a continuidade do projeto de poder" do PT. 

O relator da ação penal, ministro Joaquim Barbosa, oficiou o presidente da República para que ele se manifeste se deseja ser ouvido pessoalmente ou por escrito. Além dessa prerrogativa, o Código de Processo Penal faculta ao presidente, entre outras autoridades, ser inquirido em local, dia e hora previamente ajustados com o juiz. O MPF e os advogados dos 39 réus podem fazer perguntas a serem deferidas pelo relator.

Além do presidente Lula, também recebeu o ofício o presidente da Câmara, deputado Michel Temer (PMDB-SP). Ele foi arrolado pelo ex-deputado federal José Borba (PMDB-PR), que responde por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no mesmo processo. Com informações da Assessoria de Imprensa do Supremo Tribunal Federal.

Revista Consultor Jurídico, 9 de setembro de 2009, 19h41

Comentários de leitores

2 comentários

Testemunho de molusco vale alguma coisa???

Zerlottini (Outros)

Eu duvido que ele vá. Afinal de contas, nós estamos numa democracia à la PT - onde eles fazem o que querem. E, se for, o que ele vai falar de mentiras, tipo "eu não sabia de nada", "a cueca não era minha", "o PT é um partido de pessoas dignas" (dignas de ir pra cadeia). E aí, fica o dito pelo não dito, não se apura m* nenhuma, ninguém é punido - como sempre sói acontecer nesta pátria amada, abandonada, salve, salve. Ele vai dizer que NUNCA OUVIU FALAR DE MENSALÃO, que não faz a menor ideia do que seja isso, etc. Será uma pura perda de tempo, a convocação do nosso "digníssimo presidente" para depor.
Francisco Alexandre Zerlottini. BH/MG.

Testemunho de molusco vale alguma coisa???

Zerlottini (Outros)

Eu duvido que ele vá. Afinal de contas, nós estamos numa democracia à la PT - onde eles fazem o que querem. E, se for, o que ele vai falar de mentiras, tipo "eu não sabia de nada", "a cueca não era minha", "o PT é um partido de pessoas dignas" (dignas de ir pra cadeia). E aí, fica o dito pelo não dito, não se apura m* nenhuma, ninguém é punido - como sempre sói acontecer nesta pátria amada, abandonada, salve, salve. Ele vai dizer que NUNCA OUVIU FALAR DE MENSALÃO, que não faz a menor ideia do que seja isso, etc. Será uma pura perda de tempo, a convocação do nosso "digníssimo presidente" para depor.
Francisco Alexandre Zerlottini. BH/MG.

Comentários encerrados em 17/09/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.