Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Bomba no refrigerante

Justiça condena acusados de planejar atentados

Três muçulmanos britânicos foram considerados culpados por terem planejado atentados contra aviões em 2006. Nesta segunda-feira (7/9), a Justiça de Londres condenou os acusados de tentar explodir aviões com explosivos líquidos. A notícia é da Folha Online.

Os três homens - Abdullah Ahmed Ali, de 28 anos, Tanvir Hussain, também de 28, e Assad Sarwar, de 29 - foram considerados culpados pelo tribunal de Woolwich em uma votação por 11 a 1. Eles foram acusados de participar de um complô para cometer atentados em aviões com explosivos líquidos escondidos em garrafas de plástico de refrigerante.

De acordo com o promotor, eles pretendiam provocar "uma série de explosões coordenadas a bordo de vários aviões transatlânticos" com bombas caseiras fabricadas com explosivos líquidos que deviam ser misturados a bordo dos aparelhos.

Outros cinco homens foram inocentados das mesmas acusações. Foi o segundo julgamento dos homens presos em agosto de 2006 por suspeita de conspiração para explodir aviões com explosivos líquidos.

A partir deste caso, as companhias aéreas em todo o mundo ampliaram as precauções quanto a produtos líquidos que os passageiros carregam consigo em vôos internacionais. Quando as primeiras restrições foram tomadas, houve grandes transtornos em aeroportos, com viajantes sendo obrigados a deixar produtos antes de embarcarem.

Revista Consultor Jurídico, 7 de setembro de 2009, 17h34

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/09/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.