Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dinheiro da Satiagraha

Governo bloqueia US$ 2 bilhões em contas no exterior

O Ministério da Justiça diz ter conseguido o bloqueio de mais de US$ 2 bilhões (R$ 4,5 bilhões) em contas bancárias mantidas no exterior relacionadas à Operação Satiagraha. Desse valor, cerca de US$ 500 milhões estão nos Estados Unidos. Segundo o governo, é o maior bloqueio de recursos no exterior já feito pelo país.

Os nomes dos titulares e o local não foram divulgados. Entre os envolvidos na operação está o banqueiro Daniel Dantas, que foi preso e solto duas vezes em julho do ano passado. Segundo o Ministério da Justiça, o sigilo foi um compromisso assumido com os países cooperantes. Além disso, a intenção é não atrapalhar as investigações.

O bloqueio foi determinado por ordem judicial expedida em cooperação jurídica internacional. A ação foi coordenada pela Secretaria Nacional de Justiça com a participação do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI), da Justiça Federal e da Polícia Federal.

O Ministério da Justiça também não divulgou qual foi o juiz que determinou a ordem. No entanto, o titular do caso é o juiz Fausto Martin De Sanctis, da 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo.

Para o ministro da Justiça, Tarso Genro, o trabalho do seu Ministério “está tornando cada vez mais difícil a lavagem dinheiro, que, em não raras oportunidades, está vinculada ao crime organizado”.

Revista Consultor Jurídico, 22 de janeiro de 2009, 15h15

Comentários de leitores

3 comentários

É melhor chacoalhar os detalhes

Jose Antonio Schitini (Advogado Autônomo - Civil)

Macromania+delírio+latência= verdade sem rebuços
Consciência+raciocínio+fatos= verdade artificial ou construída.
São dos estados de delíquios delirantes que surgem as verdades estruturadas.
Na sua entrevista o Delegado lança variadas insinuações em próceros da República dos últimos vinte anos, quando não mergulha um pouco mais no tempo ainda recente. Cita cheques e saques na boca do caixa.
Deve ter um baú cheio, mas não o abre todo. Essa Arca pode ser para o Brasil mais importante que a Arca da Aliança.
Atrás do véu diáfano da extravagância transparece o acontecimento mais notável da República desde a República do Galeão nos idos de 54 que culminou com o suicídio de Vargas. Pode ser parangolé, mas é Arte.
O deputado Jefferson só com discursos desnudou o mensalão. Nunca apareceu com o dossiê. Fez um estrago possível na opera bufa sem ser nenhum tartufo.
Por mais delirante que possa ser o delegado ele não ousaria tanto se não tivesse um dossiê. Pensou se ele chegar a uma situação e liberar o cartapácio.
Vai ser melhor que último capítulo de novela.
Agora, a operação está dando frutos no exterior. O ad hominem nestas circunstâncias perde o sentido. É melhor chacoalhar os detalhes.
Carl Schmitt e Hans Kelsen estão de mãos dadas.
É interessante assistir o desenrolar dos acontecimentos. Apenas assistir já que o palco é dos artistas. Juízes Hércules agora são Juízes Zeus.

Dr. Protógenes

Marcos Umberto Canuto (Advogado Autônomo)

Temos sempre que lembrar que um Del. da PF que NÃO é corrupto e sua equipe fizeram um trabalho árduo, cansativo, mas, que MOSTROU um pouco a cara deste país.

Questão de fundo

João G. dos Santos (Professor)

Quero ver quando os EUA pedirem cópia do relatório da Satiagraha. Será que manterão o bloqueio?

Comentários encerrados em 30/01/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.