Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Rearmamento

De cada dez homicidios no Rio, sete são por arma de fogo

Sete entre cada dez assassinatos no estado do Rio de Janeiro, nos seis primeiros meses de 2008, foram cometidos com armas de fogo. Isso é o que aponta o balanço semestral de ocorrências criminais divulgado, nesta quinta-feira (8/1), pelo Instituto de Segurança Pública. A informação é da Agência Brasil.

Dos 2.859 homicídios cometidos no período 70% foram ocasionados por armas de fogo. Nos seis primeiros meses de 2007, foram notificados 3.135 homicídios dos quais 68% executados com armas de fogo.

A polícia do Rio de Janeiro apreendeu 5.799 armas nos seis primeiros meses de 2008, 625 a menos do que no mesmo período em 2007. Das armas apreendidas neste último ano, 26% eram fuzis, metralhadoras, submetralhadoras e pistolas, 54% eram revólveres, 13% eram escopetas, carabinas e espingardas e 6% armas de fabricação caseira.

Revista Consultor Jurídico, 9 de janeiro de 2009, 0h00

Comentários de leitores

3 comentários

diversidade histórica das armas

araujocavalcanti (Advogado Autônomo - Família)

Para cada momento histórico uma arma!!!
Tempos que foram usadas pedras, paus, lanças, arcos e flechas, espadas, .... rifles, pistolas, revólveres, canhões, armas químicas... e a pior delas, nossos políticos, que vão surrupiando, subrepticiamente, a dignidade, a vida, ... do povo.
Não há muito que se espantar com bizarro resultado!!!

A impunidade é o problema... Aiai, esse termo q...

Efebeeme (Advogado Autônomo)

A impunidade é o problema... Aiai, esse termo que a direita insiste em repetir.. Impunidade pra quem publicitario? Só se for pros colarinhos branco, pq pros pobres tá sobrando "punidade". E faltou dizer na noticia, que talvez de 10 homicidios 07 sao da policia. PRa Estes tambem a impunidade reina. Vide os famosos "autos de resistência". Se por milagre forem a júri, nao tenham duvidas que haverá um promotor para pedir a absolviçao do PM, dizendo que ele agiu no "estrito cumprimento do dever legal". Como assim, qual o dever legal? Matar traficante? Nao sei se é esse dever legal, o fato é o que os magistrados usavam esse quesito, que costumava ser acolhido pelos leigos. Agora mudou a lei,nào há mais o quesito, mas lógico que a tese escatologica continua. Daqui a pouco vao alegar "exercicio regular de direito" ou "estado de necessidade pro societate"! A proposito, se alguem tem noticia de policial que matou "traficante" e foi condenado pelo júri, conte aqui por favor.

O problema do Brasil são as armas? Não. O probl...

ERocha (Publicitário)

O problema do Brasil são as armas? Não. O problema do Brasil é a impunidade. Nos EUA consegue-se arma legal com uma facilidade que nos beira a estranheza. Porém lá é infinitamente menos violento que o Brasil. A diferença: Não existe piedade para quem sai dos eixos e não existe direitos humanos. Matou é cadeia. Sem esta de vitimismo dos marginais. E não tem lá, um presidente que diz que é melhor contruir escolas do que cadeia como se fossem coisas permutáveis.

Comentários encerrados em 17/01/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.