Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Cópias ilegais

Grupo de chineses é condenado por pirataria de softwares

Um grupo de 11 chineses foi condenado, por um tribunal da cidade de Shenzhen, a penas que variam de 18 meses a seis anos e meio de prisão. Motivo: pirataria de softwares. Foi uma das mais duras penas impostas na China por cópia ilegal e violação de direitos de autor.

As investigações contaram com colaboração intensa do FBI e do Ministério da Segurança Pública na China para identificar e prender os homens. Segundo o portal do FBI, "o grupo funcionava de forma muito organizada, produzindo e distribuindo software pirateado em embalagens copiadas com grande qualidade, que se assemelhavam muito aos produtos reais".

A maior parte das cópias piratas eram do sistema operativo Windows XP e do Office 2007. Elas eram vendidas online para os Estados Unidos e Europa a preços elevados, mesmo sendo produtos piratas.

Revista Consultor Jurídico, 4 de janeiro de 2009, 12h12

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/01/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.