Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Falta de verdades

Protógenes cobra explicação sobre seu indiciamento

Antes de falar com a imprensa, em uma entrevista coletiva convocada por ele mesmo, o delegado da Polícia Federal Protógenes Queiroz cobrou nesta quarta-feira (1º/3), pessoalmente, do presidente da CPI das Escutas, deputado Marcelo Itagiba (PMDB-RJ), explicações sobre o pedido de seu indiciamento. A informação é da Agência Brasil.

De acordo com o texto, em meio a vários deputados do PSOL, que acompanharam Protógenes em sua chegada à Câmara, Itagiba respondeu que o pedido de indiciamento ocorreu por acreditar que ele mentiu para a CPI. “O indiciamento que proponho no que diz respeito a você é por entender que você faltou com a verdade perante a Comissão Parlamentar de Inquérito”, justificou-se o presidente da CPI das Escutas.

Em seguida, Protógenes questionou em que ponto teria faltado com a verdade. Como resposta, em pleno Salão Verde da Câmara, Itagiba afirmou que foi em relação à participação da Abin na Operação Satiagraha, que acabou com a prisão do banqueiro Daniel Dantas. O peemedebista lembrou que à CPI o delegado havia declarado que não houve pedido formal da instituição. "Depois, esses fatos foram desmentidos", enfatizou Itagiba.

O delegado minimizou dizendo que houve um equívoco. “Disse que a Abin participou de maneira informal, porque não houve nenhuma autorização expressa. Não tem nenhum documento”, argumentou Protógenes Queiroz.

“Incongruências devem ser dirimidas dentro da CPI”, sugeriu Itagiba, acrescentando que o delegado precisa explicar também aos membros da comissão porque mudou seus depoimentos prestados ao Ministério Público. Primeiro, o delegado disse que a Justiça paulista sabia da participação de agentes da Abin na Satiagraha. Em seguida, voltou atrás e negou. “Os depoimentos foram dados ao longo da madrugada, no calor dos fatos”, explicou-se Protógenes, justificando sua mudança de posicionamento.

O delegado, que prestaria depoimento nesta quarta-feira (1º/4) à CPI das Escutas, vai voltar na próxima quarta-feira (8/4) para falar à comissão. A idéia do deputado Marcelo Itagiba é fazer uma acareação entre Protógenes e o ex-diretor-geral da Abin Paulo Lacerda.

Revista Consultor Jurídico, 1 de abril de 2009, 19h03

Comentários de leitores

2 comentários

Impertinente

Fábio (Advogado Autônomo - Civil)

Cidadão como esse delegado deveria ser retirado, execrado da vida pública. Inoportuno atrapalha a vida de muita gente que quer trabalhar dentro da "realidade do Brasil", afinal o mundo inteiro sabe que o Brasil é um dos países mais corrupto do mundo, então para que mudar. Fora Protógenes...

Armado com um HC resolve provocar a CPI e o C.Nacional

A.G. Moreira (Consultor)

Arrogante e ridículo ! ! !

Comentários encerrados em 09/04/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.