Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Tentativa de suborno

TRF-3 nega liberdade para ex-presidente da Brasil Telecom

A desembargadora federal Ramza Tartuce, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, rejeitou pedido de Habeas Corpus para o ex-presidente da Brasil Telecom, Humberto Braz. Ele é apontado como um dos principais auxiliares do dono do Banco Opportunity, Daniel Dantas. A informação é da Agência Brasil.

Ao lado do professor universitário Hugo Chicaroni, Braz está entre os únicos detidos da Operação Satiagraha que não foram beneficiados por HCs. A dupla é acusada de tentar subornar um delegado federal para retirar o nome de Daniel Dantas das investigações da Polícia.

Humberto Braz e Hugo Chicaroni já haviam entrado no Supremo Tribunal Federal com pedido de extensão da decisão que libertou Daniel Dantas. No entanto, na última terça-feira (15/7), o presidente do STF, ministro Gilmar Mendes, entendeu que o pedido de “prisão preventiva decretada em desfavor dos atuais requerentes [Braz e Chicaroni] fundamenta-se em situação fática distinta daquela apreciada em favor do paciente [Daniel Dantas]”.

Indiciamento

A Polícia Federal indiciou na última sexta-feira (18/7) o banqueiro Daniel Dantas e mais nove pessoas por gestão fraudulenta e formação de quadrilha.

Deflagrada no dia 8 de julho, a Operação Satiagraha prendeu o banqueiro Daniel Dantas, o investidor Naji Nahas, o ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta e mais 14 pessoas suspeitas. Com exceção de Braz e Chicaroni, todos foram beneficiados com liminares em Habeas Corpus.

Revista Consultor Jurídico, 21 de julho de 2008, 19h34

Comentários de leitores

3 comentários

E a Súmula 145 do Supremo Tribunal Federal não ...

Reinhardt (Consultor)

E a Súmula 145 do Supremo Tribunal Federal não se aplica mais ? Foi revogada ? O Código de Processo Penal não é o mesmo da época de sua edição ? O sistema judicial , em uma Democracia Representativa, se aplica a todos . Não adianta querer excluir, por ódio sócio-político, o especulador levantino, o banqueiro geniozinho da FGV financiador de politicos e o ex-intendente que meteu a mão na combuca de melado . Hoje são êles . Amanhã ,estimados roqueiros, vocês farão perguntas engraçadinhas numa cafúa da rua da Relação ou da sempre lembrada rua Tutóia .Garanto a todos que o delegado de camiseta sobre o paletó e o juiz palrador estarão nos seus cargos quietinhos, em posição de sentido prontos para a atender às ordens de "meu coronel". Já vi este filme antes ...

Enquanto isto, o mandante (e dono do dinheiro) ...

MUDABRASIL (Outros)

Enquanto isto, o mandante (e dono do dinheiro) foi pessoalmente liberado pela autoridade maior do Judiciário. Como diria o finado Renato Russo, que país é este?????

E por acaso o TRF da 3ª Região é competente par...

Leitor1 (Outros)

E por acaso o TRF da 3ª Região é competente para apreciar esse Habeas Corpus? Afinal de contas, já não foi denegado pelo Presidente do STF?

Comentários encerrados em 29/07/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.