Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

De olho na construção

Justiça quebra de sigilo de secretário dos Jogos Pan-Americanos

O secretário especial dos Jogos Pan-Americanos, Ruy César, terá o sigilo fiscal e bancário quebrado por determinação da Justiça do Rio de Janeiro. Ele é investigado pela Delegacia de Repressão a Ações Criminosas e Inquéritos Especiais, que apura acusações de irregularidades na construção das vilas olímpicas. A Justiça autorizou também a quebra do sigilo bancário e fiscal de outras 12 pessoas.

Ruy César, que também responde pela Secretaria de Esportes e Lazer do município, é acusado de formação de quadrilha, ocultação de documentos e desrespeito à lei de licitação pública. Ele é suspeito de influir na escolha da cooperativa que fornecia mão-de-obra para as vilas olímpicas. As informações são do jornal O Globo

A prefeitura carioca adiou, por tempo indeterminado, a licitação para concessão do Riocentro à iniciativa privada pelo prazo de 50 anos. O local abrigará de 13 a 29 de julho de 2007 competições do Pan. A concorrência foi adiada porque o edital ainda está sob análise do Tribunal de Contas do Município. Em troca da exploração da área, o vencedor da licitação terá de se comprometer em fazer obras para adaptar o complexo para os Jogos Pan-Americanos de 2007.

Revista Consultor Jurídico, 5 de janeiro de 2006, 13h31

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/01/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.