Consultor Jurídico

Entrevistas

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Guia de referência

Análise: levantamento vai mapear o Judiciário brasileiro

O que pensa a Justiça sobre os grandes temas brasileiros, o perfil dos tribunais e dos mais influentes juízes do país são alguns dos ingredientes do levantamento Análise. Esse guia da Justiça brasileira é uma iniciativa da Análise Editorial e da revista eletrônica Consultor Jurídico.

A publicação será lançada no mês que vem. O trabalho, com cerca de 300 páginas, reúne de forma organizada milhares de informações com um completo diagnóstico do sistema judiciário e com o perfil de cada ministro do Supremo Tribunal Federal e do Superior Tribunal de Justiça.

A obra trará as mais importantes decisões do STF e do STJ nos últimos cinco anos, com o voto de cada ministro nos respectivos julgamentos. As decisões estarão divididas por temas, de forma ordenada e didática. O capítulo dos perfis dos ministros das Cortes vai mostrar mais de cem dados biográficos de cada um dos integrantes da instituição, além de outras 50 informações complementares.

O guia publicará, ainda, o perfil resumido de cerca de 1.500 desembargadores dos Tribunais de Justiça e dos Tribunais Regionais Federais.

O projeto foi elogiado pelo ministro Marco Aurélio, do STF: “Por seu caráter prognóstico, esse levantamento atende às empresas, aos agentes econômicos e vem ao encontro dos interesses da sociedade por reforçar a segurança jurídica no país”, afirmou. Para o ministro, esse trabalho “pode dar os parâmetros de que o cidadão precisa e não tem hoje”.

Marco Aurélio fala também da importância do diagnóstico para o administrador público, “que muitas vezes é surpreendido por falta de uma avaliação profissional que esse guia pode suprir”.

Essa edição especial Análise da Justiça circulará junto com o Anuário da Advocacia, que vai revelar os resultados de dois levantamentos inéditos no país: o perfil das principais sociedades de advogados do Brasil e os escritórios mais admirados pelas empresas brasileiras.

Revista Consultor Jurídico, 10 de abril de 2006, 21h11

Comentários de leitores

2 comentários

A obra trará os profissionais do Direito entre ...

Gigio (Procurador do Estado)

A obra trará os profissionais do Direito entre eles juizes, desembargadores e advogados que figuram em colunas sociais, pagas, e que ingressam a lista dos curruptos, bandido e Filhos da "P" para não dizer mais. Uma vergonha para a classe!

Entendo que a obra trará robusto instrumento d...

Matos (Advogado Autônomo)

Entendo que a obra trará robusto instrumento de análise de forma ampla e irrestrita, principalmente para os advogados, porém, se possível divulgar também as decisões teratológicas proferidas pelos tribunais, seria de grande utilidade aos aplicadores do direito.

Comentários encerrados em 18/04/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.