Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Leão enganado

Empresário é condenado por sonegar R$ 34 milhões

A Justiça Federal de Joinville (Santa Catarina) condenou o empresário Ivo Goulart, sócio-gerente da Malharia Mainz, a quatro anos e oito meses de prisão. Ele sonegou R$ 34,5 milhões em tributos. As fraudes foram cometidas pelo empresário e pelo contador da empresa, Frederico Otto Reiner, no período de 1990 a 1993.

Segundo os autos, a empresas abateu grandes quantias das receitas sob a alegação de que as vendas haviam sido canceladas. As investigações apuraram que as mercadorias foram efetivamente vendidas, pagas e não retornaram ao estoque da empresa, comprovando o golpe. A informação é da Receita Federal.

Os empresários reduziam a incidência de tributos sobre o lucro e faturamento, como a CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido), além de PIS e Cofins. O contador foi condenado a três anos e oito meses de prisão como co-autor da fraude.

Revista Consultor Jurídico, 16 de maio de 2005, 19h35

Comentários de leitores

1 comentário

De acordo com pesquisa ora efetuada no site do ...

Marcondes Witt (Auditor Fiscal)

De acordo com pesquisa ora efetuada no site do Conselho de Contribuintes, o processo administrativo correspondente é o que se encontra no link http://www.conselhos.fazenda.gov.br/domino/Conselhos/SinconWeb.nsf/Ementa/C3F560DF9ABBB7BB032567CE00082FC5?OpenDocument.

Comentários encerrados em 24/05/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.