Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ordem econômica

STF: não há crime de sonegação sem ação administrativa

Um empresário paulista conseguiu liminar em Habeas Corpus para suspender a ação que penal por crime de sonegação fiscal. A decisão é do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Nelson Jobim. A defesa alegou a existência de procedimento administrativo ainda não julgado, o que resultaria em falta de justa causa para a instauração da ação penal. As informações são do STF.

O mesmo pedido havia sido negado no Superior Tribunal de Justiça. No Supremo, Jobim considerou que “se está pendente o processo administrativo que discute o débito tributário perante as autoridades fazendárias, ainda não há crime”. A liminar foi concedida para suspender o andamento da Ação Penal 615/03, que tramita na 2ª Vara Criminal de São Carlos (São Paulo), até que o julgamento definitivo do Habeas Corpus.

HC 86.321

Revista Consultor Jurídico, 22 de julho de 2005, 14h55

Comentários de leitores

2 comentários

Não deve haver só o processo administrativo, co...

ANGELO MAXIMO. (Bacharel - Criminal)

Não deve haver só o processo administrativo, como o mesmo deve ser julgado em todos os seu graus de recurso. O que se entende é que o processo administrativo é um requisito de admissibilidade para ação penal, onde a causa é (sonegação), pois o prazo para prescrição do processo criminal passa a correr após o trânsito em julgado do processo administrativo, art. 116, I do Código Penal.

Negativo Paulo.O correto, agora, é anular toda ...

Rossi Vieira (Advogado Autônomo - Criminal)

Negativo Paulo.O correto, agora, é anular toda a ação penal, inclusive a denúncia, por falta de justa causa. Primeiro o acusado deve saber, contabilmente, quanto deve ao fisco, depois ter a oportunidade de pagar e somente ao final, se e quando não efetuar o pagamento ser denunciado e promovida a açaõ penal. A menos que tenha havido algum acordo de lenidade sobre o imposto a pagar, no bojo dos autos administrativo.Infezmente isso não tem ocorrido, já vi casos em que primeiro se oferece a denúncia criminal para depois comunicar ao o fisco !!!! Daí não dá, né paulão ? otavio Otavio

Comentários encerrados em 30/07/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.