Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Briga no estádio

Torcedor que invadiu campo é condenado pela Justiça

O torcedor que invadiu o gramado no jogo entre o Atlético Mineiro e o América, e tentou agredir o juiz, foi condenado a pagar multa de R$ 900. A decisão é da juíza Maria Dolores Gióvine Cordovil, do Juizado Especial Criminal. Cabe recurso.

Além da multa, o torcedor foi condenado a comparecer nos horários dos jogos do Atlético, no Juizado Especial Criminal, durante um ano, “sendo vedado para ele acompanhar ao jogo pela televisão ou mesmo pelo rádio”.

A juíza afirmou que “esse episódio deve ser punido com extremo rigor para que não se repita em nenhum outro lugar. Mesmo porque o estádio de futebol tem que ser um local para onde vão as famílias, com crianças, amigos e torcedores rivais para que possam passar momentos de lazer”. As informações são do TJ de Minas Gerais.

O torcedor foi denunciado nas disposições do artigo 40 da lei de contravenções penais por ter “provocado tumulto e portado-se de modo inconveniente e desrespeitoso durante espetáculo público”.

O torcedor já havia sido condenado a cumprir uma pena de oito meses de comparecimento ao Juizado Especial Criminal nos horários dos jogos do Atlético. Salvo se tivesse que viajar a trabalho e, no caso de outro tipo de viagem, só poderia fazê-lo com ordem judicial. Porém, logo no primeiro jogo, descumpriu a pena. O benefício foi revogado e a pena aumentada.

Em seu depoimento, o torcedor informou que havia ingerido bebida alcoólica no dia do jogo e que fica alterado quando bebe. Disse que não sabe por que tomou aquela atitude e se disse arrependido. Sobre o descumprimento da pena, alegou que viajou a passeio com a família e por isso não compareceu. Além do pagamento da multa e do comparecimento ao Juizado no dia dos jogos, o torcedor arcará com custos processuais.

Revista Consultor Jurídico, 1 de julho de 2005, 18h17

Comentários de leitores

1 comentário

Realmente esse cidadão não tem condições para e...

Gláucio (Estudante de Direito)

Realmente esse cidadão não tem condições para estar em um estádio de futebol, principalmente por ser um pai de família deveria ter vergonha desse ato horroroso perante todo o Brasil.

Comentários encerrados em 09/07/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.