Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Desagravo público

OAB-SP promove ato de desagravo ao advogado Alberto Toron

A Seccional paulista da OAB vai enaltecer a figura do advogado Alberto Zacharias Toron, nesta quinta-feira (6/6). O ato solene de desagravo tem início às 18h, no salão nobre da entidade, à Praça da Sé, 385.

Toron será saudado pelo presidente da Comissão de Prerrogativas da Seccional, o também criminalista José Luís de Oliveira Lima. O ato será presidido pelo presidente da entidade, Carlos Miguel Aidar. Devem estar presentes o presidente da OAB Nacional, Rubens Approbato Machado; o ex-ministro da Justiça, José Carlos Dias; o ex-presidente do TJ-SP, Dirceu de Mello e grandes nomes da advocacia paulista e fluminense.

No entendimento de Oliveira Lima, a iniciativa da OAB tem o sentido de conter a escalada de desrespeito às prerrogativas profissionais da Advocacia. "Os operadores do Direito têm sido alvo de ataques vis, sistematicamente", afirma o conselheiro da OAB-SP. "Ou a Classe reage ou essa situação tende a piorar a cada dia que passa", conclui.

A proposta do desagravo, aprovada pelo Conselho Seccional por aclamação, teve origem em declarações do jornalista Boris Casoy que, no Jornal da Record, afirmou que o cliente de Toron, o juiz aposentado Nicolau dos Santos Neto, podia dispor de bons advogados para sua defesa, uma vez que dispõe de dinheiro para isso, referindo-se aos valores desviados na construção do fórum trabalhista de São Paulo.

Revista Consultor Jurídico, 4 de junho de 2002, 11h37

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/06/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.