Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Liberdade de expressão

Juiz rejeita queixa-crime contra repórteres da TV Globo de SP

Por 

O juiz da 3ª Vara Criminal de Santo Amaro, Oswaldo Cecara, rejeitou queixa-crime proposta pelo deputado federal Paschoal Thomeu contra repórteres da TV Globo de São Paulo. O deputado disse que se sentiu ofendido com a notícia sobre compra de votos divulgada no Bom Dia São Paulo e SP TV.

Thomeu queria que os repórteres Chico Pinheiro, Carla Vilhena, Monalisa Perroni, Rosângela dos Santos, Roberto Thomé e César Tralli respondessem pelos crimes de calúnia e difamação.

Os repórteres foram representados pelos advogados criminais Nilson Jacob, Claúdia Rolemberg e Rodrigo de Moura Jacob, do escritório Nilson, Jacob, Rolemberg Advogados Associados.

De acordo com Nilson Jacob, os repórteres apenas narraram fatos relatados por integrantes do Ministério Público sobre a denúncia feita à Justiça. Na ocasião, o deputado concorria ao cargo de prefeito na cidade de Guarulhos (SP).

O juiz acatou os argumentos dos repórteres entendendo que não houve justa causa para o pedido. O deputado ainda pode recorrer da decisão.

 é editora da revista Consultor Jurídico e colunista da revista Exame PME.

Revista Consultor Jurídico, 18 de julho de 2002, 17h57

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/07/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.