Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Na mira

Relatório pede cassação de mandato de presidente do Flamengo

O relatório da Comissão Especial de Inquérito que examinou atos da administração do presidente do Flamengo, Edmundo Santos Silva, culpa o cartola pela crise do clube e recomenda cassação de seu mandato.

O vice-presidente da 14ª Câmara Cível do Rio de Janeiro, desembargador Walter Felipe D'Agostino, diz que Silva é transgressor da lei e da moral.

"Por tudo que foi visto e demoradamente analisado, a comissão concluiu pela existência de gestão temerária, negligência, imprudência e falta de zelo. E o presidente é diretamente responsável pela pior crise esportiva financeira e moral pela qual atravessa o Clube de Regatas Flamengo pondo em risco, com isso, sua própria existência caracterizando a improbidade administrativa, que é a falta de retidão por procedimento malicioso, a desonestidade, a malícia e a atuação perniciosa. O presidente é ímprobo, incorreto e transgressor da lei e da moral, portanto sem capacidade ou idoneidade para prática de certos atos. Esta comissão recomenda a perda de seu mandato", diz o relatório.

Revista Consultor Jurídico, 3 de julho de 2002, 11h55

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/07/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.