Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Golpe baixo

Juiz condena mulher que fingia deficiência para assaltar bancos

A assaltante de bancos que usava muletas para não passar nas portas giratórias dos bancos por estar armada foi condenada. Ela usava muletas para evitar o acionamento do dispositivo de segurança das portas giratórias das agências.

A pena é de 12 anos e 10 meses de prisão e multa de 18,6 salários mínimos (cerca de R$ 3 mil). A sentença é do juiz federal da 1ª Vara Criminal de Porto Alegre (RS), Marcelo Cardozo da Silva.

Elisangela Lucca conhecida como 'Xuxa' e 'Alemoa' foi condenada por assalto e formação de quadrilha.

O Ministério Público Federal acusa Elisangela de ter assaltado, em 1999, uma agência da Caixa Econômica Federal. De acordo com o MPF, a assaltante levava armas para entregar aos companheiros que a esperavam dentro do banco.

A quadrilha roubou mais de R$ 50 mil e fugiu num carro roubado. A Polícia Civil diz que em outros dois assaltos, um ao Banco Meridional, e outro ao Banrisul, ela também usou muletas para passar pela porta giratória.

Revista Consultor Jurídico, 11 de outubro de 2001, 16h10

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/10/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.