Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Prejuízos milionários

Fraude provoca mais de U$S 5 milhões de prejuízos para seguradoras

A fraude é o principal problema que as empresas de seguros da América Latina vêm enfrentando, segundo revela pesquisa da consultoria KPMG apresentada na 28ª Conferência Hemisférica de Seguros (Fides 2001), que aconteceu no Peru. Pelo estudo, 82% das seguradoras entrevistadas consideram o dolo uma ameaça. Para 17% delas, a fraude chega a provocar perdas superiores a U$S 5 milhões.

As seguradoras que participaram da pesquisa representam 20% do mercado de seguros latino-americano. As empresas são da Argentina, Brasil, Colômbia, México, Panamá, Peru e Venezuela.

Outra pesquisa, feita pela seguradora Minas-Brasil, revela que o golpe mais usual no momento é a do 'empréstimo' do seguro de automóvel para amigos ou parentes. A fraude se caracteriza quando o segurado assume a culpa de um sinistro que não envolve o seu veículo.

O estudo mostra, ainda, que outro tipo de golpe bastante comum é a omissão de informações por parte do segurado, como região de circulação do veículo e danos ocorridos antes da contratação do seguro.

A Minas-Brasil faz parte de um grupo de seguradoras que está desenvolvendo trabalho contra a fraude na atividade de seguros. Essas empresas pretendem adotar o modelo criado pela International Associations of Special Investigation Units (IASIU), entidade que investiga as ações fraudulentas contra companhias norte-americanas. O objetivo principal é estabelecer técnicas de treinamento e aperfeiçoamento de investigação.

Fonte: Jornal do Commercio

Revista Consultor Jurídico, 9 de novembro de 2001, 19h50

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 17/11/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.