Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Direito Criminal

Internet ganha site jurídico que trata de direito criminal

A Internet ganhou nesta sexta-feira (15/9) o site direitocriminal.com.br. O responsável pela novidade é um brilhante cientista jurídico, o advogado Luiz Flávio Gomes.

Mestre em Direito Penal, doutorando em Direito na Universidade Complutense de Madri, juiz de Direito aposentado, professor de Direito Penal, é autor de inúmeras obras jurídicas e um dos mais festejados conferencistas brasileiros.

A espantosa produção intelectual de Luiz Flávio, pela qualidade e pela quantidade, permite prever, com alguma segurança, que o lançamento do site é o mais importante fato recente no mundo da comunicação jurídica.

Nas palavras do editor e diretor da nova revista virtual o "fundamental propósito do site www.direitocriminal.com.br consiste em democratizar as informações, que ainda são "propriedade" de poucos, no âmbito das Ciências Criminais integradas (Direito penal, Direito processual penal, Direito de execução penal, Criminologia e Política criminal) e dos Direitos Humanos Fundamentais. Ao mesmo tempo, também recuperar o ideal iluminista, de respeito irrestrito à pessoa humana. E parece fora de discussão que metas como as estabelecidas somente poderão ser alcançadas, na atualidade, por meio da internet e da nossa total e global interação."

O lançamento do site foi feito na livraria da Revista dos Tribunais, editora pela qual Luiz Flávio Gomes publica seus livros. O ministro da Justiça José Gregori compareceu ao evento.

A publicação eletrônica foi lançada com 75 páginas divididas em 30 diferentes seções. Reproduzirá, diariamente, notícias criminais de seis jornais brasileiros e de nove publicações estrangeiras.

A revista Consultor Jurídico manterá um link permanente com o site Direito Criminal.

Revista Consultor Jurídico, 15 de setembro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 23/09/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.