Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Tiros no cinema

Laudo diz que atirador do cinema sabe o que faz

O estudante de medicina, Mateus da Costa Meira, que efetuou disparos de sub-metralhadora contra a platéia do cinema do MorumbiShopping, em São Paulo, sabia o que estava fazendo ao cometer o crime. Essa foi a conclusão do laudo de sanidade mental preparado por três médicos e uma psicóloga, a pedido do juiz Ruy Borges Pereira.

Os tiros causaram a morte de três pessoas e feriram outras cinco. Com a apresentação do laudo, Meira deve ser julgado pelo 5º Tribunal do Júri paulista.

Segundo os médicos, o estudante tem personalidade esquizóide, confessou ser usuário de drogas e tem problemas de relacionamento. Apesar deste diagnóstico, o laudo afirma que o acusado tinha a capacidade de entender o caráter criminoso de sua atitude.

Os especialistas ainda constataram que Meira não demonstrou arrependimento. O estudante queixou-se das condições de seu cárcere, alegando que poderia estar em melhores condições se tivesse cometido o crime depois de concluir o curso de Medicina.

Revista Consultor Jurídico, 4 de janeiro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/01/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.