Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Edinho condenado por homicídio

Filho de Pelé é condenado a seis anos de prisão por homicídio

O ex-goleiro do Santos, Edson Cholbi do Nascimento, o Edinho, foi condenado a seis anos de prisão em regime semi-aberto por homicídio. Dos sete jurados, quatro consideraram o filho de Pelé culpado.

O estudante Marcílio José Marinho de Melo foi condenado a cumprir a mesma pena, por seis votos a um. Os dois foram acusados de participar de um racha que provocou a morte do aposentado Pedro Simões Neto, por atropelamento.

O promotor Octávio Borba de Vasconcellos afirmou que os acusados dirigiam seus veículos em alta velocidade pela Avenida Epitácio Pessoa, no Bairro do Boqueirão, em Santos (SP). O aposentado, que estava na mesma avenida conduzindo sua moto foi atingido pelo Apollo de Marcílio, que tentava ultrapassar a pick-up Saveiro que Edinho dirigia.

Segundo testemunhas Marcílio teria arrastado a moto do aposentado por 50 metros antes de colidir com um poste. O fato ocorreu em 24 de outubro de 1992, à 1h da manhã.

O advogado de Edinho, Marlon Wander Machado, afirmou que vai recorrer ao Tribunal de Justiça. Segundo a defesa, as testemunhas de acusação mentiram em juízo.

Revista Consultor Jurídico, 6 de outubro de 1999, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/10/1999.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.