Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Edinho acusado de homicídio

Filho de Pelé está sendo julgado por homicídio

O ex-goleiro do Santos, Edson do Nascimento, está enfrentando júri popular nesta terça-feira, por acusação de homicídio. O jogador é filho de Edson Arantes do Nascimento, o Pelé.

Edinho, como é mais conhecido, juntamente com Marcílio José Marinho de Melo responde pela morte do aposentado Pedro Simões Neto. O ex-goleiro e Marcílio José, segundo a acusação, participavam de um "racha" que provocou a morte do aposentado.

Pela denúncia do promotor Octávio Borba de Vasconcellos, os acusados dirigiam seus veículos em alta velocidade pela Avenida Epitácio Pessoa, no Bairro do Boqueirão, em Santos (SP).

O aposentado, que estava na mesma avenida conduzindo sua moto foi atingido pelo Apollo de Marcílio, que tentava ultrapassar a pick-up Saveiro que Edinho dirigia.

Segundo testemunhas Marcílio teria arrastado a moto do aposentado por 50 metros antes de colidir com um poste. O fato ocorreu em 24 de Outubro de 1992, à 1h da manhã.

Procurado pela reportagem da Consultor Jurídico, o advogado da família de Edinho, Samir Jorge Abdul Hak, dirigente do Santos Futebol Clube, disse não poder dar nenhuma informação por não estar advogando nessa causa.

Hak afirmou que o ex-goleiro escolheu como defensor um amigo pessoal, mas disse não se lembrar do nome do advogado. O escritório do ex-ministro dos esportes Pelé também se recusou a dar mais informações sobre o caso.

O advogado de Edinho é Marlon Wander Machado, que não foi localizado ontem. Em seu escritório, contudo, a informação é de que "as expectativas são boas" e que se acredita na absolvição do jogador.

Revista Consultor Jurídico, 4 de outubro de 1999, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/10/1999.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.