Consultor Jurídico

Dissabor Lírico

Mulher processa Gusttavo Lima por divulgar seu número de celular em música

Uma mulher ajuizou ação na Justiça Paulista contra o cantor e compositor Gusttavo Lima. Ela teve o seu número de telefone indevidamente inserido nos versos da canção "Bloqueado" e passou a ser assediada e importunada por isso.

Música do cantor que cita telefone de mulher já tem mais de 26 milhões de visualizações no YouTube
Reprodução/Instagram

A música que provocou a demanda já tem mais de 26 milhões de visualizações até esta terça-feira (11/1). A autora da ação afirma que passou a ser alvo de assédio de desconhecidos por meio de seu número de telefone celular, por meio de chamadas e mensagens de WhatsApp. Posteriormente descobriu que seu número constava dos versos da canção do sertanejo.

Ela afirma ainda que passou a ser ridicularizada desde que a música foi lançada e que se tornou impossível utilizar o seu número de celular. Na ação, ela pede que o cantor retire a canção do ar e a indenize por danos morais.

O caso tramita na Justiça de São Paulo, mas decisão recente da juíza Tamara Hochareb Matos remete os autos do processo a Comarca de Goiânia, caso não se apresentem justificativas para a tramitação no Foro Central de São Paulo no prazo de dez dias.

1138046-11.2021.8.26.0100




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 11 de janeiro de 2022, 15h39

Comentários de leitores

2 comentários

Se depender de mim morre de fome

ielrednav (Outros)

Alem de não ter boa voz ainda é um maluco colocar numero de telefone dos outros se depender de mim more de fome ,fez bem coloca esse cidadão no lugar dele para aprender que não se brinca com sentimento alheio .Ainda existe outros que curte uma porcaria dessas pra mim não canta nada que se aproveita.Bem feito tem que pagar mesmo ganhar dinheiro nas custas alheia gera enriquecimento ilicito .

Responder

Não acho isso.

Rogerio F. Silva (Administrador)

Vanderlei não acredito que ele tenha feito isso de proposito, até por que na musica não consta o DDD de qual localidade, aleatóriamente ele inseriu numeros, acredito mais que tenha sido dos conhecidos dela que tenham o numero que começou tudo isso. O advogado de defesa usou como exemplo a musica do Gabriel o Pensador para justificar isso e de fato seria muito irresponsabilidade da parte dele colocar um numero existente, por isso acredito que não foi proposital.

Ver todos comentáriosComentar