Consultor Jurídico

quinto constitucional

Vanzolini promete paridade de gênero nas listas sêxtuplas para o TJ-SP

Durante sua posse nesta segunda-feira (3/12), a nova presidente da OAB-SP, Patricia Vanzolini, anunciou que uma de suas primeiras medidas será estabelecer a paridade de gênero nas indicações para o Tribunal de Justiça de São Paulo.

Patricia Vanzolini tomou posse nesta segunda-feira como presidente da OAB-SPDivulgação

A advogada afirmou que a medida será garantida na composição da lista sêxtupla para o preenchimento de duas vagas no TJ-SP. A escolha final fica a critério do governador do estado.

A medida faz parte do programa de inclusão defendido pela chapa eleita. No último mês de setembro, a seccional paulista formalizou duas listas sêxtuplas para vagas de desembargador: ambas com apenas uma mulher.

Vanzolini é a primeira mulher a ocupar a Presidência da OAB-SP e sua eleição ocorreu justamente no primeiro pleito com a regra da cota feminina de 50% para registro das chapas.

Além da paridade de gênero, outra das principais bandeiras de Vanzolini é propor a adoção do voto direto para a eleição do presidente nacional da OAB. A nova gestão da seccional também pretende assinar um convênio com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para a capacitação de advogados em planejamento estratégico, marketing, finanças e gestão de escritórios.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 3 de janeiro de 2022, 21h32

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/01/2022.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.