Consultor Jurídico

"Vandathegod"

Hacker suspeito de megavazamento de dados é preso por ordem de Alexandre

O hacker Marcos Roberto Correia da Silva, de 24 anos, foi preso nesta sexta-feira (19/3) por suspeitas de divulgar dados pessoais de 223 milhões de brasileiros, incluindo informações de pessoas que já morreram. A ordem partiu do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal. 

Hacker é suspeito de vazar dados de 223 milhões de brasileiros
Reprodução

Silva, conhecido como "Vandathegod", foi preso pela Polícia Federal em Uberlândia, Minas Gerais. A determinação de Alexandre, que envolve outros quatro mandados de busca, ocorreu depois que a Autoridade Nacional de Proteção de Dados abriu um inquérito sobre o megavazamento. 

A Polícia Federal também apura a participação do hacker conhecido como "JustBR" na divulgação e comercialização dos dados sigilosos. A suspeita é que autoridades públicas estejam entre os alvos dos criminosos. 

De acordo com as investigações, dados de pessoas físicas e jurídicas foram disponibilizados em um fórum de internet em 2021. A página é especializada em troca de informações sobre atividades cibernéticas. 

Parte das informações foi divulgada gratuitamente por um usuário. Ao mesmo tempo, ele expôs a venda o restante do material, que pode ser adquirido por criptomoedas. 




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 19 de março de 2021, 12h43

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 27/03/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.