Consultor Jurídico

Teatro da justiça

Personagens encenam tribunal na peça "A Pane", em cartaz no Sesc Santana

Por 

O Jaguar de um representante comercial quebra no meio da viagem, e ele resolve pernoitar em um vilarejo próximo. Sua única opção de hospedagem é a casa de um juiz aposentado, que aluga quartos.

Divulgação

Chega a hora do jantar, e o anfitrião aproveita o momento para reunir três velhos amigos em torno do hóspede, a quem propõem um jogo: ele será o réu num tribunal em que o jurista e seus convidados encenarão seus antigos ofícios no meio jurídico. O crime? Tanto faz: "crime é algo que sempre se pode encontrar".

Baseado no conto homônimo do escritor suíço Friedrich Dürrenmatt (1921-1990), o espetáculo "A Pane" leva ao palco do Sesc Santana, de 10 a 12 de dezembro, essa comédia com toques de suspense em que a Justiça é apresentada como uma forma de representação.

Assim, em meio à situação inusitada, o time de personagens veteranos levanta questões sobre o sistema e o próprio conceito de justiça, em um mundo de "inocentes com culpa e culpados sem culpa". E em paralelo, conforme a concepção do autor, constroem não uma trama datada, mas "uma história ainda possível", para além do mero entretenimento.

A direção é de Malú Bazan. No elenco, os atores Antonio Petrin, Oswaldo Mendes, Heitor Goldflus, Roberto Ascar, Cesar Baccan e Marcelo Ullmann.

A montagem terá três únicas apresentações no Sesc Santana (av. Luiz Dumont Villares, 579, em Santana), com sessões às 21h, na sexta e no sábado, e às 18h, no domingo. Os ingressos custam R$ 40 (inteira), R$ 20 (meia-entrada) e R$ 20 (credencial plena).

As vendas começam nesta terça-feira (7/12), às 14h, para compra online, e na quarta (08/12), às 17h, para compra presencial.

Após a minitemporada, a peça segue para o Teatro Faap (rua Alagoas, 903, em Higienópolis), onde ficará em cartaz de 14 de janeiro a 20 de fevereiro de 2022, com sessões às sextas, às 21h; sábados, às 20h; e domingos, às 18h. Informações e televenda: (11) 3662-7233 / (11) 3662-7234




Topo da página

 é jornalista e colaborador da ConJur.

Revista Consultor Jurídico, 6 de dezembro de 2021, 21h57

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/12/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.