Consultor Jurídico

Notícia Fraudulenta

STF alerta para decisão falsa atribuída ao ministro Alexandre de Moraes

O Supremo Tribunal Federal divulgou nota sobre uma notícia fraudulenta a respeito de uma suposta decisão do ministro Alexandre Moraes — decisão que nunca foi dada.

STF alerta para conteúdo falso referente a inexistente decisão de Alexandre de Moraes
Dorivan Marinho/SCO/STF

Segundo a nota, a falsa notícia se refere à inexistente decisão  segundo a qual o presidente da República, Jair Bolsonaro, estaria impedido de decretar intervenção militar no país, entre outras medidas semelhantes. O conteúdo inverídico tem circulado nos últimos dias em redes sociais.

"O Supremo Tribunal Federal esclarece que não se trata de documento redigido ou assinado pelo ministro e que o conteúdo é totalmente inverídico. Trata-se de mais uma montagem grotesca, que utiliza o padrão visual dos sistemas de acompanhamento processual do STF com o intuito de disseminar informações falsas", diz trecho do comunicado.

"O STF reitera o alerta para a importância da checagem de informações suspeitas, como forma de evitar a propagação de fake news com o nome de autoridades e membros da Suprema Corte", conclui a nota. Com informações da assessoria de imprensa do Supremo Tribunal Federal.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 13 de abril de 2021, 20h31

Comentários de leitores

3 comentários

Hora de agir

Eloisa Nascimento (Advogado Autônomo - Civil)

Chega a enojar os ataques ao STF fomentados pela milícia virtual dos extremos de direita e esquerda. É preciso que haja uma reação firme na identificação da origem das postagens que estão a manchar a reputação da Justiça Brasileira. Urge um mecanismo que incentive a denúncia dos corneteiros desses ataques, seja eles quem forem.
Meus respeitos aos Ministro Alexandre de Moraes e aos demais ministros do STF, sem qualquer análise sobre minha concordância ou não das decisões e atitudes de qualquer um deles.

a decisão que não foi dada, nem poderia ser

Patricia Ribeiro Imóveis (Corretor de Imóveis)

curiosa a cabeça dos fraudadores...
Como se poderia, por decisão judicial, evitar-se um golpe militar?
Será que, no imaginário de tais seres, uma revolução deixaria ser feita porque um despacho a vetou?

Ministro alexandre de moraes

O ESCUDEIRO JURÍDICO (Cartorário)

Excelente Ministro e incorrigível conhecedor, de forma ampla, do Texto Constitucional.

Comentários encerrados em 21/04/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.