Consultor Jurídico

Chapa quente

Advogado acusado de cooptar clientes da "lava jato" é alvo de buscas

O advogado Nythalmar Filho é alvo de cinco mandados de buscas que estão sendo cumpridos pela Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (23/10). Ele foi acusado de cooptação indevida de clientes da "lava jato" que já tinham defesa constituída.

Nythalmar é suspeito de utilizar o nome do juiz Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, e de procuradores para oferecer facilidades a alvos da operação, conforme já havia sido noticiado pela ConJur. Segundo o G1, representantes da OAB-RJ acompanham as buscas.

Uma denúncia registrada em março de 2019 no Tribunal de Ética da OAB do Rio, feita por criminalistas do Luchione Advogados, afirmava que Nythalmar Dias Ferreira Filho vinha aliciando réus e investigados na operação com advogados já constituídos, sem a anuência destes. O escritório diz já ter presenciado Nythalmar "vendendo facilidades" a investigados e réus e oferecendo acordos de delação premiada.

A reclamação dizia ainda que "há rumores no meio da advocacia criminal que na ilegal cooptação estaria inclusive sendo aventada a possível 'aproximação' com o juiz e promotores da força tarefa da Lava-Jato, no sentido de alcançar seus objetivos". O juiz referido era Marcelo Bretas.

Nythalmar nega todas as acusações. À época, por e-mail, negou que tivesse cooptado clientes de outros advogados e afirmou que preza pela ética e boas práticas.

Segundo Lauro Jardim, do jornal O Globo, os advogados que apresentaram a denúncia prestaram depoimento à Polícia Federal na semana passada.

Peixes grandes
Dono de um pequeno escritório no Rio de Janeiro, Nythalmar Dias Ferreira Filho chamou atenção pelos clientes conquistados. Antes defendidos por bancas renomadas, Fernando Cavendish e Pedro Corrêa foram alguns dos que decidiram migrar para o escritório de Nythalmar.

Também entre os clientes de Nythalmar está o empresário Carlos Felipe da Costa Almeida de Paiva Nascimento, dono do Esch Café, que foi alvo de um mandado de prisão preventiva emitido por Bretas em 2018 e atualmente está foragido. Neste mês, Bretas topou ser homenageado por uma entidade patrocinada pelo Esch.

Segundo o jornal O Globo, o advogado teria ainda tentado conquistar o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, mas este teria negado a proposta de mudar de advogado. A ascensão do Nythalmar foi narrada em reportagem da Folha de S.Paulo




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 23 de outubro de 2020, 9h31

Comentários de leitores

5 comentários

Respondendo ao nobre causídico Dr. João Henrique

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

Por Vasco Vasconcelos, escritor, jurista e abolicionista contemporâneo.Se os mercenários OAB tivessem propósitos preocupados com a melhoria do ensino jurídico jurídico, respeito ao livre exercício profissional de qualquer trabalho (art.5-XIII-CF), respeito ao direito ao primado do trabalho e a dignidade da pessoa humana, atacariam as causas e não as consequências. Saiba que avaliação do ensino é papel do Estado MEC e não de sindicatos.Afirmo isso não pregando o medo o terror e a mentira, mas com argumentos jurídicos. Leia art. 209 CF.
Depois que no último exame caça-níquei$ OAB/FGV serem flagradas, pasme, PLAGIANDO vergonhosamente, questões de outra Banca Examinadora para ferrar ainda mais seus cativos e aumentar o faturamento da OAB,essa EXCRESCÊNCIA PERDEU DE VEZ A CREDIBILIDADE E TEM QUE SER SEPULTADA URGENTE. Mas quem lucra com o trabalho análogo a de escravos,a escravidão moderna da OAB, não tem nenhum interesse em extirpar esse câncer. Segundo o Egrégio STF:A escravidão moderna é mais sutil(...) "A violação do direito ao trabalho digno impacta a capacidade da vítima de realizar escolhas segundo a sua livre determinação. Isso também significa “reduzir alguém a condição análoga à de escravo". Durante o lançamento do livro ‘Ilegalidade e inconstitucionalidade do Exame de Ordem do corregedor do TRF da 5º Região, desembargador Vladimir Souza Carvalho, afirmou que Exame de Ordem é um monstro criado pela OAB. Disse que nem mesmo a OAB sabe do que ele se trata e que as provas, hoje, têm nível semelhante às realizadas em concursos públicos para procuradores e juízes. “É uma mentira que a aprovação de 10% dos estudantes mensure que o ensino jurídico do país está ruim. Não é possível falar em didática com decoreba”, completou Vladimir Carvalho.

Melô do advogado

O ESCUDEIRO JURÍDICO (Cartorário)

Para alguns, o advogado é extremamente esperto e inteligente. Tenta sobreviver no inferno que é a advocacia.
Para outros, descumpriu a lei.

E ainda dizem que caça-níqueis da OAB protege o cidadão?

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

Por Vasco Vasconcelos escritor, jurista e abolicionista contemporâneo. É uma mentira deslavada afirmar que o famigerado, concupiscente, caça-níquei$ exame da OAB, protege o cidadão. Os maiores jurista deste país de aproveitadores não submeteram a essa excrescência. Prova disso é que quase todas as semanas, o país depara com escândalos envolvendo advs. Veja o caso do Sistema S.
OAB tem que se limitar a fiscalizar os seus inscritos e puni-los exemplarmente, fato que não está acontecendo veja o que relatou a REPORTAGEM DE CAPA DA REVISTA ÉPOCA Edição nº 297 de 26/01/2004 “O crime organizado já tem diploma e anel de doutor. Com livre acesso às prisões, advogados viram braço executivo das maiores quadrilhas do país. O texto faz referência aos advogados que se encantaram com o dinheiro farto e fácil de criminosos e resolveram usar a carteira da OAB
para misturar a advocacia com os negócios criminosos. E ainda afirma que essa excrescência protege o cidadão? Assim como as máquinas caças-níquei$ são programadas para os apostadores perderem, o caça-níquei$ exame da OAB se iguala; pois é calibrado estatisticamente para reprovação em massa; quanto maior reprovação maior o faturamento.Até agora OAB abocanhou quase R$ 2.0 bilhões, sem nenhuma transparência, sem propósitos, sem retorno social sem prestar prestar contas ao Eg.TCU, triturando sonhos de jovens e idosos, para manter reserva pútrida de mercado (num país de desempregados) e alimentar uma teia pantanosa e seus satélites, gerando fome, desemprego, depressão, síndrome do pânico, Síndrome de Estocolmo, doenças psicossomáticas e outras comorbidades diagnósticas). Uma chaga social que envergonha o país. Não há tortura aceitável.Parem de pregar o medo, o terror e mentira. (Principais armas dos tiranos)..

O que uma coisa tem com a outra?

João Henrique Laskovski (Advogado Assalariado - Civil)

Qual a relação entre o exame da Ordem e as práticas ilegais cometidas por alguns advogados?

Pois se esta era sua intenção, dificilmente logrará qualquer êxito, afinal de contas, há concurso para magistratura e mesmo assim alguns magistrados vendem sentenças...

O Exame tem como finalidade certificar que o candidato tem a capacidade MÍNIMA para exercer a advocacia e não volta-se a apurar o caráter de cada um. Cada um faz o que quer da sua vida, porém, arca com as consequências.

Faz a prova

4nus (Outros)

Esse cara sempre reclama da prova. Faz a prova! Não é nada difícil, tu não concorre com nenhum candidato. Só precisa estudar, um pouco! (De verdade, não precisa estudar muito). Só falta o cara não passar na prova e ainda querer advogar.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 31/10/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.