Consultor Jurídico

presidente do CNMP

"Vocação do MP é a defesa do interesse coletivo", diz Aras em congresso

Em seu discurso na abertura do 1º Congresso do Ministério Público Brasileiro nesta quarta-feira (11/11), o presidente do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Augusto Aras, afirmou que a vocação do MP é a defesa do interesse coletivo.

Augusto Aras, presidente do Conselho Nacional do Ministério Público Rosinei Coutinho/STF

O presidente e também procurador-Geral da República discursou na sede do CNMP em Brasília, ato que foi transmitido em tempo real no YouTube. O formato virtual, segundo Aras, é uma oportunidade de alcançar um grande público: "Todos compartilhando conhecimentos, experiências e debatendo com profundidade temas focais para nosso aprimoramento institucional".

O congresso, realizado anualmente pelo CNMP, teve seu nome original — Congresso de Gestão — alterado. "Longe de representar apenas uma alteração de nome ou de forma, significa, no mínimo, o reconhecimento do caráter nacional do MP brasileiro, um só Ministério Público e, exatamente por isso, uno e indivisível; não por outro motivo, os dois primeiros princípios do Ministério Público enunciados na Constituição Federal", destacou Aras.

O evento foi dividido em quatro eixos temáticos, pensados conforme os objetivos do planejamento estratégico nacional do Ministério Público. Para Aras, eles consubstanciam o tema principal do congresso: inovação e desenvolvimento.

Aras também ressaltou algumas inciativas do órgão para inovação e as principais adversidades. Ao final, também apresentou alguns produtos desenvolvidos pela Presidência do CNMP. "A minha certeza é que o Ministério Público, com o auxílio de todos, certamente contribuirá para que o Brasil retome o seu destino e a sua vocação de pátria de todas as religiões, da tolerância, do respeito à diversidade e de todos e todas que aqui habitam e que conhecem o nosso povo, a nossa sociedade e o nosso Estado", concluiu Aras ao fim de seu discurso. Com informações da assessoria de comunicação do CNMP.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 11 de novembro de 2020, 20h01

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/11/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.