Consultor Jurídico

Luto na imprensa

Criador do jornal Valor Econômico, Celso Pinto morre aos 67 anos

Morreu na tarde desta terça-feira (3/2), aos 67 anos, o jornalista Celso Pinto. Criador do jornal Valor Econômico, foi uma das vozes mais influentes no debate econômico do país.

Criador do jornal Valor Econômico, Celso Pinto morreu aos 67 anos em São Paulo
Divulgação/Valor Econômico

Celso começou sua carreira na Folha de S.Paulo em 1974 e logo se tornou um dos destaques da editoria de Economia. Mais tarde foi convidado para trabalhar na Gazeta Mercantil — na época o principal veículo especializado em economia do Brasil —, onde atuou como editor de finanças e assuntos nacionais.

Em 1996, o jornalista retornou à Folha como colunista e, em 2000, foi escolhido para liderar o projeto de fundação do jornal Valor Econômico, um projeto do Grupo Folha em parceria com o Grupo Globo.

Afastado das redações desde 2003, quando sofreu uma parada cardiorrespiratória, Celso Pinto estava internado com pneumonia havia duas semanas. 

Celso nasceu em São Paulo e era formado em Ciências Sociais pela USP e em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. O corpo do jornalista será velado a partir das 10h desta quarta no Cemitério do Morumbi, na zona oeste de São Paulo. O sepultamento está marcado para as 14h.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 3 de março de 2020, 20h10

Comentários de leitores

1 comentário

Celso

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Celso Pinto nasceu em 1953. Graduado em Jornalismo pela Gasper Libero trabalhou nas mais importantes empresas de comunicação, como Folha de São Paulo, Gazeta Mercantil, e Valor Econômico .

Comentários encerrados em 11/03/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.