Consultor Jurídico

Tudo azul

TJ-TO informa que consulta ao eproc foi restabelecida

Divulgação

Nesta segunda-feira (25/5), o corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, encaminhou ofício à presidência do Tribunal de Justiça de Tocantins para que informe a solução que a corte deu ao problema técnico ocorrido na ferramenta de consulta pública do eproc TJ-TO, após a migração do sistema.

No procedimento, o tribunal alegou que a ferramenta havia sido desativada por razões técnicas, cujos problemas já estavam sendo solucionados pela equipe de TI.

Nesta terça-feira, o TJ-TO emitiu nota, segundo a qual a consulta pública ao sistema já foi restabelecida. O tribunal também informou que a suspensão dos serviços se dever a um "sobrecarga", causada por acessos feitos por robôs.

Leia a íntegra da nota:

O Tribunal de Justiça do Tocantins  informa que a Consulta Pública, no Sistema de Processo Eletrônico (Eproc), já foi restabelecida de forma segura, de modo a garantir o bom funcionamento da plataforma do processo judicial eletrônico.

O Judiciário esclarece que a suspensão do serviço se deu em razão do número de acessos feitos por robôs, o que provocou uma sobrecarga e, consequentemente, prejudicou o funcionamento do Eproc. Em razão disso, o bloqueio da consulta se fez necessário para o efetivo atendimento do jurisdicionado.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 26 de maio de 2020, 13h43

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/06/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.