Consultor Jurídico

Pós-operatório

Internado, ministro Felix Fischer entra em licença médica de novo

Por 

Internado desde domingo por conta de complicações decorrentes do pós-operatório a que foi recentemente submetido, o ministro Felix Fischer está de licença médica novamente. O afastamento do decano do Superior Tribunal de Justiça foi aprovado nesta quarta-feira (4/8) pela Corte Especial, pelo período de 27 de julho a 10 de agosto.

Licença médica aprovada para o decano do STJ dura até a próxima segunda-feira 
TRE

Foi justamente em 27 de julho, uma segunda-feira, que ele passou por cirurgia de urgência no Hospital DF Star, em Brasília. O magistrado apresentou quadro de obstrução intestinal ocasionada por uma hérnia interna.

No domingo, sentiu-se mal e foi internado novamente. A equipe médica constatou que o mal-estar é uma intercorrência comum em pós-operatórios. Assim, segue sob os cuidados da equipe médica no hospital na capital federal.

Recentemente, Fischer já havia ficado afastado do STJ por conta de problemas de saúde. O tratamento de uma embolia pulmonar o tirou da rotina de trabalho em julho de 2019. Seu retorno se deu em 24 de março.

O ministro é o decano no STJ e relator prevento dos casos da "lava jato" de Curitiba. Integra a 5ª Turma, que julga matéria criminal, e a Corte Especial.

Topo da página

 é correspondente da revista Consultor Jurídico em Brasília.

Revista Consultor Jurídico, 5 de agosto de 2020, 17h07

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/08/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.